Adaptação do questionário internacional de atividade física para idosos

Autores

  • Giovana Zarpellon Mazo Universidade Universidade do Estado de Catarina. Florianópolis, SC.
  • Tânia Bertoldo Benedetti Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2010v12n6p480

Resumo

O Questionário Internacional de Atividade Física - IPAQ estima o dispêndio energético semanal de atividades físicas (AF). Ele foi validado para idosos brasileiros. Diante de dificuldades apresentadas pelos idosos quanto à mensuração da quantidade de dias, do tempo e da intensidade na realização das AF (domínios), durante uma semana normal, e pelos entrevistadores na pesquisa de campo, surgiu a necessidade de adaptação na estru-tura e aplicação do IPAQ.  O IPAQ adaptado é composto por 5 domínios e 15 questões; é aplicado em forma de entrevista, devido ao baixo nível de escolaridade dos idosos; no modelo longo, pela melhor discriminação nas AF em cada domínio; referente a uma semana normal, auxiliando no recordatório durante os turnos (manhã, tarde e noite); e com deta-lhamento sobre a intensidade leve, moderada e vigorosa. O treinamento dos entrevistadores é fundamental. O relatório do IPAQ adaptado entregue ao idoso deve ser em minutos por semana e usar a classificação de “ativos” (>= 150 min/sem). O IPAQ adaptado para idosos é um instrumento internacional, com validade para a população idosa brasileira, de fácil aplicação, baixo custo financeiro, que atinge grandes grupos populacionais, método não invasivo, entre outras vantagens.

Biografia do Autor

Giovana Zarpellon Mazo, Universidade Universidade do Estado de Catarina. Florianópolis, SC.

Centro de Ciências da Saúde e do Esporte – CEFIDDepartamento de Educação FísicaLaboratório de Gerontologia – LAGER 

Tânia Bertoldo Benedetti, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC

  Núcleo de Pesquisa em Cineantropometria e Desempenho  Humano Centro de Desportes – CDSDepartamento de Educação Física

Downloads

Publicado

2010-09-05

Edição

Seção

Ponto de Vista