Parâmetros cinéticos determinantes do desempenho nos saltos verticais

Autores

  • Juliano Dal pupo Universidade Federal de Santa Catarina. Laboratório de Biomecânica. Florianópolis, SC, Brasil.
  • Daniele Detanico Universidade Federal de Santa Catarina. Laboratório de Biomecânica. Florianópolis, SC, Brasil.
  • Saray Giovana dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina. Laboratório de Biomecânica. Florianópolis, SC, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2012v14n1p41

Palavras-chave:

Força, Potência, Performance

Resumo

Este estudo objetivou identificar parâmetros de força e velocidade relacionados com o desempenho nos saltos verticais (SV) Counter Movement Jump (CMJ) e Squat Jump (SJ); comparar estes parâmetros entre corredores velocistas e voleibolistas. Participaram 24 atletas do sexo masculino (12 velocistas de nível estadual/nacional e 12 voleibolistas de nível nacional). Os atletas realizaram os SV CMJ e SJ sobre uma plataforma de força, sendo analisadas variáveis de desempenho (altura do salto e potência), pico de velocidade (PV), força máxima (Fmax) absoluta e relativa, taxa de desenvolvimento de força (TDF) e tempo para atingir a força máxima (TFmax). No CMJ, a altura correlacionou-se com o PV (r=0,97) e com a Fmax normalizada (r=0,47), enquanto que a potência relacionou-se com todas as variáveis, exceto com a Fmax absoluta (r=0,12). No SJ, o PV e a Fmax normalizada correlacionaram-se com a altura obtida (r=0,95; r=0,51, respectivamente) e com a potência (r=0,80; r=0,87, respectivamente). Além disso, a TFmax também correlacionou--se com a potência (r=-0,49). Os velocistas apresentaram valores superiores nas variáveis de desempenho do salto (altura e potência), na Fmax e no PV, tanto no SJ como CMJ. Conclui-se que o pico de velocidade e a força máxima normalizada foram os principais determinantes da altura e da potência obtida em ambos os SV. Contudo, a força explosiva (TDF e TFmax) também mostrou-se importante na produção de potência nos SV. Por fim, os velocistas apresentaram melhor desempenho nos SV em relação às voleibolistas.

Publicado

2011-12-27

Edição

Seção

Artigos Originais