Efeito de quatro semanas de treinamento de sprints repetidos sobre índices fisiológicos em atletas de futsal

Autores

  • Paulo Cesar do Nascimento Federal University of Santa Catarina.
  • Ricardo Dantas De Lucas Federal University of Santa Catarina.
  • Juliano Dal Pupo Federal University of Santa Catarina.
  • Francimara Budal Arins Federal University of Santa Catarina.
  • Carlo Castagna Italian Football Federation.
  • Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo Federal University of Santa Catarina.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2015v17n1p91

Palavras-chave:

Capacidade aeróbia, Lactato sanguíneo, Sprints repetidos, Esportes coletivos, Período competitivo

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do treinamento de sprints repetidos (RSA) nos índices fisiológicos e neuromusculares em atletas de futsal sub17 durante a temporada competitiva. Quatorze jogadores foram divididos em dois grupos: grupo intervenção (n = 8) e controle (n = 6). Ambos os grupos desempenharam testes de sprints máximos repetidos (40-m MST), teste de corrida intermitente (teste de Carminatti) e saltos verticais antes e depois do período de treinamento. O grupo intervenção foi submetido a um programa adicional de quatro semanas de RSA, duas vezes por semana, enquanto o grupo controle manteve a rotina normal de treinos. Não houve interação significante entre tempo e grupo para todas as variáveis analisadas (p > 0.05). Entretanto, um efeito principal significante foi observado para o tempo (p < 0.01), indicando um aumento na velocidade do ponto de deflexão da frequência cárdica (VHRDP) e na performance do salto contínuo, bem como, diminuição no pico de lactato (40m-LACpeak) e no decréscimo dos sprints após o treinamento em ambos os grupos. Ainda, baseado no effect size (ES), maiores mudanças com relevância prática foram verificadas para o grupo intervenção em importantes variáveis tais como: pico de velocidade (ES = 0,71) VHRDP (ES = 0,83) e 40m-LACpeak (ES = 1,00). Este estudo demonstrou que o treinamento de RSA e a rotina normal de treinos são igualmente efetivos em produzir mudanças nas variáveis analisadas durante um curto período de intervenção. Porém, o effect size sugere que quatro semanas de treinamento de RSA pode ser um tempo mínimo para que ocorram as primeiras alterações no desempenho físico de atletas de futsal.

Biografia do Autor

Paulo Cesar do Nascimento, Federal University of Santa Catarina.

Physical effort Laboratory. Sports Center. Florianopolis, SC

Ricardo Dantas De Lucas, Federal University of Santa Catarina.

Physical effort Laboratory. Sports Center. Florianopolis, SC

Juliano Dal Pupo, Federal University of Santa Catarina.

Biomechanics Laboratory. Sports Center. Florianopolis, SC

Francimara Budal Arins, Federal University of Santa Catarina.

Physical effort Laboratory. Sports Center. Florianopolis, SC

Carlo Castagna, Italian Football Federation.

Football Training and Biomechanics Laboratory. Technical Department. Coverciano, Florence

Luiz Guilherme Antonacci Guglielmo, Federal University of Santa Catarina.

Physical effort Laboratory. Sports Center. Florianopolis, SC

Downloads

Publicado

2014-12-29

Edição

Seção

Artigos Originais