Prevalência de atividade física de deslocamento e fatores associados em idosos longevos

Autores

  • Rodrigo de Rosso Krug Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marize Amorim Lopes Universidade Federal de Santa Catarina
  • Giovane Pereira Balbé Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí
  • Moane Marchesan Universidade Federal de Santa Catarina
  • Giovana Zarpellon Mazo Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.1590/1980-0037.2016v18n5p520

Palavras-chave:

Atividade motora, Características da população, Condições de saúde, Idosos de 80 anos ou mais, Nível de saúde

Resumo

 

O objetivo deste estudo foi estimar a prevalência da realização de atividades físicas de deslocamento e associar as características sociodemográficas, comportamentais e de saúde de idosos longevos de Florianópolis/SC. Trata-se de um estudo epidemiológico transversal, com 343 idosos, com 80 anos ou mais de idade, participantes dos grupos de convivência, cadastrados na Prefeitura Municipal de Florianópolis/SC. Foram obtidas informações sociodemográficas, de saúde e comportamentais. Para avaliar a realização de atividade física, utilizou-se o domínio “deslocamento” do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ), adaptado para idosos. Os dados foram analisados no programa estatístico Stata 11.0, por meio de regressão logística expresso em Odds Ratio e intervalo de confiança de 95%. A prevalência da realização de atividade física no deslocamento foi de 19,5%. Os longevos com maior idade (p= 0,011; OR= 0,90; IC95%= 0,83/0,98), pior percepção de saúde (p< 0,001; OR= 0,33; IC95%= 0,18/0,60) e com diagnóstico de hipertensão arterial sistêmica (p= 0,009; OR= 0,47; IC95%= 0,27/0,83) apresentaram menores chances de realização de atividades físicas de deslocamento. O conhecimento sobre as características sociodemográficas, comportamentais e de saúde, associadas à realização de atividade física de deslocamento de idosos longevos, pode servir de base para a elaboração de ações que promovam a atividade física de deslocamento em idosos longevos.

Biografia do Autor

Rodrigo de Rosso Krug, Universidade Federal de Santa Catarina

Universidade Federal de Santa Catarina

Marize Amorim Lopes, Universidade Federal de Santa Catarina

Universidade Federal de Santa Catarina

Giovane Pereira Balbé, Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí

Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí

Moane Marchesan, Universidade Federal de Santa Catarina

Universidade Federal de Santa Catarina

Giovana Zarpellon Mazo, Universidade do Estado de Santa Catarina

Universidade do Estado de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2016-12-20

Edição

Seção

Artigos Originais