Validade de construção em testes de equilíbrio: ordenação cronológica na apresentação das tarefas

Autores

  • Carolina Rodrigues Alves Silveira Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção.Unesp-Rio Claro, SP.
  • Marcos Rodrigo Trindade Pinheiro Menuchi Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação
  • Carolina Sant’Ana Simões Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação
  • Maria Joana Duarte Caetano Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação
  • Lilian Teresa Bucken Gobbi Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Avaliação, Validade dos testes, Psicomotor, Evaluation, Validity of test, Psychomotor

Resumo

Os testes de equilíbrio da Escala de Desenvolvimento Motor de Rosa Neto1 são constituídos por dez tarefas correspondentes às idades cronológicas de 2 a 11 anos e determinam a Idade Motora dos participantes. A ordem de apresentação dos testes é crescente, partindo da idade cronológica da criança e a idade motora baseia-se no sucesso ou fracasso em cada tarefa. O objetivo deste estudo foi analisar a validade de construção dos testes motores em equilíbrio, observando a ordenação e os graus de dificuldade da tarefa. Participaram 76 crianças, com idade cronológica de 6 a 9 anos, que foram distribuídas em dois grupos: grupo controle, aplicação dos testes em ordem crescente; grupo invertido, aplicação dos testes em ordem decrescente. Os resultados não apresentaram diferenças estatisticamente significativas no desempenho entre os grupos, indicando que a ordem de apresentação dos testes não interferiu no desempenho das crianças, independente da idade cronológica. Baixas taxas de sucesso ocorreram em algumas tarefas específicas, seguidas por sucesso em tarefas posteriores. Como os resultados demonstraram que os participantes conseguem executar tarefas seguintes à tarefa em que houve o fracasso, a idade motora apontada pela Escala de Desenvolvimento Motor pode estar subestimando o desenvolvimento motor dessas crianças. A variação do desempenho das crianças nos testes sugere que o processo de desenvolvimento motor é não linear. As tarefas motoras em equilíbrio propostas na Escala de Desenvolvimento Motor apresentam validade de construção.

Biografia do Autor

Carolina Rodrigues Alves Silveira, Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção.Unesp-Rio Claro, SP.

Mais informações:
Currículo Lattes

Marcos Rodrigo Trindade Pinheiro Menuchi, Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação

Mais informações:
Currículo Lattes

Carolina Sant’Ana Simões, Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação

Mais informações:
Currículo Lattes

Maria Joana Duarte Caetano, Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação

Mais informações:
Currículo Lattes

Lilian Teresa Bucken Gobbi, Laboratório de Estudos da Postura e da Locomoção. Departamento de Educação

Mais informações:
Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2006-11-19

Edição

Seção

Artigos Originais