Redes de Enfrentamento da Violência contra Mulheres no Sertão de Pernambuco

Autores

  • Parry Scott Universidade Federal de Pernambuco https://orcid.org/0000-0003-2274-9859
  • Fernanda Sardelich Nascimento Universidade Federal de Pernambuco
  • Rosineide Cordeiro Universidade Federal de Pernambuco
  • Giselle Nanes Universidade Federal Rural de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Mulheres rurais, violência, redes de atendimento, agência

Resumo

Objetivamos analisar as redes institucionais e de interconhecimento acionadas pelas mulheres rurais para enfrentar a violência, em municípios do Sertão de Pernambuco, Brasil. Usando trabalho de campo, entrevistas e discussões em grupo, numa pesquisa colaborativa com o Movimento de Mulheres Trabalhadores Rurais do Sertão Central, apresentamos a existência
de porosidade entre as redes, que repercute nas lógicas operacionais político-legais de enfrentamento. Ambas as redes mantêm posturas contraditórias, de ajuda/suporte e, também, de recusa de apoio/assistência para evitar e sair das situações de violência. Propostas de implementação de políticas para as mulheres do campo e da floresta devem atentar para
esses elos de porosidade que vulnerabilizam e ferem possibilidades de garantia dos direitos
humanos das mulheres

Downloads

Publicado

2016-09-19

Edição

Seção

Artigos