A objetificação da mulher nas adaptações cinematográficas de Iracema

Aline Rebouças Azevedo Soares, Marcelo Dídimo Souza Vieira, Aluísio Ferreira de Lima, Deborah Christina Antunes

Resumo


Este estudo aborda a objetificação da mulher no cinema a partir dos filmes em Iracema, uma transa amazônica (1974) e Iracema, a virgem dos lábios de mel (1979). Valeu-se de pesquisa bibliográfica acerca da teoria do cinema e do contexto sociopolítico do Brasil nos anos de 1970 e trabalhou com análise fílmica a partir da teoria feminista do cinema. Os resultados apontaram que, mesmo tratando-se de dois filmes com propostas distintas, visto que um tem intenção política de denúncia social e o outro reflete uma adaptação fílmica do tipo canônico, ambos apresentam sinais do processo de objetificação da mulher na construção da protagonista, evidenciado por teóricas feministas nos anos de 1970 nos filmes clássicos hollywoodianos. Isto evidencia a preexistência de processos misóginos na produção do cinema contemporâneo. Concluímos que a teoria feminista do cinema segue como um referencial crítico relevante a análises e releituras fílmicas.

Palavras-chave


Iracema; Cinema nacional; Objetificação da mulher; Psicologia social; Gênero

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor. W. Minima Moralia: reflexões sobre a vida lesada. Rio de Janeiro: Beco do Azouge, 2008.

ABREU, Nuno Cesar. Boca do Lixo: cinema e classes populares. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2006.

ACSELRAD, Marcio. A teoria feminista vai ao cinema: configurações e reconfigurações do feminino na tela. Vozes e Diálogo, v. 14, n. 01, 2015.

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Papirus Editora, 1994.

BERGER, John. Modos de ver. Rio de Janeiro, Rocco, 1999.

BEAUVOIR, Simone. O segundo sexo. São Paulo: Difusão Européia do Livro, 1970.

DOANE, Mary A. The Desire to Desire: The Woman's Film of the 1940's. Indiana University Press, 1987.

HASKELL, Molly. From reverence to rape: The treatment of women in the movies. University of Chicago Press, 2016.

JOHNSTON, Claire. Women’s cinema as counter-cinema. Londres: Society for Education in film and television, 1973.

JUNIOR, Luis Alberto Gottwald. Pornochanchada ou filme histórico?: uma análise do erotismo em Iracema: a virgem dos lábios de mel-1979. Métis: história & cultura, v. 13, n. 26, 2014.

KAMITA, Rosana Cássia. Relações de gênero no cinema: contestação e resistência. Estudos Feministas, v. 25, n. 3, p. 1393-1404, 2017.

KAPLAN, E. Ann. A mulher e o cinema: os dois lados da câmera. Trad. Helen M. Potter Pessoa. Rio de Janeiro: Rocco, 1995.

KILOMBA, Grada. Plantation Memories: Episodes of Everyday Racism. Münster: Unrast Verlag, 2012. Disponível em: https://goo.gl/w3ZbQh. Acesso em: 12 dez 2017.

LORDE, Audre. Não existe hierarquia de opressão. In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de (Org). Pensamento feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019a.

LORDE, Audre. Idade, raça, classe e gênero: mulheres redefinindo a diferença. In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de (Org). Pensamento feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019b.

MACHADO, Arlindo. O sujeito na tela: modos de enunciação no cinema e no ciberespaço. São Paulo: Paulus, 2007.

MULVEY, Laura. Prazer visual e o cinema narrativo. In: XAVIER, Ismail (org). A experiência do cinema. Rio de Janeiro: Edições Graal: Embrafilme, 2008.

NOGUEIRA, Conceição. Gênero na psicologia social e as teorias feministas: dois caminhos entrecruzados. In: Portugal, FT; Jacó-Vilela, A.N.(Org) Clio-psyché. Gênero, psicologia e história. Rio de Janeiro: NAU, 2012.

STAM, Robert. Introdução à teoria do cinema. Campinas: Papirus, 2003.

WOOLF, Virgínia. Um teto todo seu. São Paulo: Tordesilhas, 2014.

WOITOWICZ, Karina Janz; PEDRO, Joana Maria. O Movimento Feminista durante a ditadura militar no Brasil e no Chile: conjugando as lutas pela democracia política com o direito ao corpo. Espaço Plural, v. 21, p. 43-56, 2009.




DOI: https://doi.org/10.5007/2178-4582.2019.e65743

Direitos autorais 2019 Aline Rebouças Azevedo Soares, Marcelo Dídimo Souza Vieira, Aluísio Ferreira de Lima, Deborah Christina Antunes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

R. Ci. Hum. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe 2178-4582

Creative Commons License Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

 

.