A analítica bermaniana aplicada a uma tradução de Macbet

Wanessa Gonçalves Silva

Resumo


Com o crescimento dos Estudos da Tradução, torna-se cada vez mais desejável a formação de uma crítica de traduções que não aponte apenas erros e inadequações, mas que considere os fatores implícitos existentes em cada tradução e em seu processo de elaboração. Tendo em vista esse cenário e objetivando auxiliar na constituição de uma crítica mais consciente, Antoine Berman nos propõe um método de análise mais atento às implicações do ato tradutório. Apoiando-se nas reflexões desse estudioso, o presente artigo traz em suas páginas uma análise crítica de uma tradução de Macbeth, de William Shakespeare, escrita por Barbara Heliodora.

Palavras-chave


Estudos da Tradução; Crítica de tradução; Berman; Shakespeare; Heliodora.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/%25x

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.