Conexões Fundamentais: Afinidade e Convergência nos Estudos da Interpretação

Franz Pöchhacker, Mylene Queiroz

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2010n7p61

Este artigo reflete a respeito da identidade e do status da interpretação comunitária enquanto um campo de prática e de pesquisa acadêmica. Com o foco na pesquisa e no papel que esta exerce no processo de profissionalização, o artigo explora as afinidades entre os diversos campos de interpretação, de um ponto de vista histórico, conceitual e com base na dimensão social da academia. A partir de uma revisão da jovem disciplina dos “Estudos da Interpretação”, em termos de diferentes paradigmas, faz-se uma análise de similaridades e inter-relações dos Estudos da Interpretação - tal como a interpretação comunitária - como parte do extenso campo dos Estudos da Tradução. A imagem que surge dessa análise exibe a abordagem dialógica interacionista - desenvolvida essencialmente para pesquisas em interpretação comunitária, um paradigma particular que oferece grande potencial para relacionar-se sinergeticamente com outras abordagens teóricas e metodológicas nos Estudos da Interpretação.


Palavras-chave


Estudos da Tradução; Estudos da Interpretação; Interpretação comunitária

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2010n7p61

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.