Em Busca de uma Fundamentação para a Tradução de Filosofia Antiga: o Aspecto Hermenêutico

Fernando Coelho

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2011n10p90

A tradução dos textos pertencentes à filosofia antiga suscita uma problemática concernente em primeiro lugar aos fundamentos da possibilidade da sua compreensão por leitores do século XXI e, em segundo lugar, aos métodos que podem ser empregados na sua tradução desses textos. Este artigo pretende discutir o primeiro aspecto desse duplo problema, apresentando as diretrizes do método hermenêutico historicista desenvolvido por F. Schleiermacher, chegando finalmente às implicações filosóficas da compreensão do outro e da prática tradutória.


Palavras-chave


Teoria da tradução; História da tradução; Filosofia Antiga

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4237.2011n10p90

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.