Tradução comentada do poema “Against Women Unconstant”, atribuído a Geoffrey Chaucer

Geoffrey Chaucer, Gustavo Sartin

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2011n9p278

“Against Women Unconstant” é uma ballade (ou balada) de vinte e uma linhas atribuída a Geoffrey Chaucer (c. 1343 – 1400). A ballade era uma forma comum na lírica cortesã francesa durante a Idade Média e normalmente consistia em três estrofes, cada uma composta por 8 linhas octosilábicas, rimando ababbcbc. As mesmas rimas ocorriam em todas as estrofes, que terminavam com o mesmo verso.2 No poema em questão, o autor utilizou apenas sete linhas por verso, o que sugere que, talvez, o último fosse repetido. Teríamos, nesse caso, uma rima ababbcC, onde a maiúscula indica o refrão.


Palavras-chave


Teoria da tradução; Literatura traduzida; Geoffrey Chaucer

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2011n9p278

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.