Estácio, "Aquileida", I.318-337, Apresentação e tradução

Autores

  • Públio Papínio Estácio Universidade Federal de Santa Catarina
  • Daniel da Silva Moreira Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4237.2014n16p184

Palavras-chave:

Estácio, Aquileida, Poesia épica, Tradução.

Resumo

Este texto apresenta e contextualiza uma tradução versificada de uma importante passagem do primeiro livro da Aquileida (Achilleis), de Públio Papínio Estácio, poeta romano do século I d.C.

ABSTRACT

This text presents and contextualizes a versified translation of an important passage from the first book of the Achilleid, by Publius Papinius Statius, a Roman poet from the first century a.D.

Keywords: Statius; Achilleid; epic poetry; translation.

Biografia do Autor

Daniel da Silva Moreira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Licenciado em Letras (Língua Portuguesa e literatura correspondente, 2007, e Língua Latina e literatura correspondente, 2010) pela UFJF. Mestre em Estudos Literários (2011) pela UFJF, onde desenvolveu dissertação sobre a prática autobiográfica no Brasil, com ênfase no "Itinerário de Pasárgada", de Manuel Bandeira, e em "Um homem sem profissão; memórias e confissões; sob as ordens de mamãe", de Oswald de Andrade. Atualmente é professor bolsista do conjunto de disciplinas de língua e literatura latina do curso de graduação em letras da Universidade Federal de Juiz de Fora, dentro do Programa Experimental de Preparação para a Docência, e doutorando em Letras: Estudos Literários, também na UFJF, onde desenvolve pesquisa sobre as escritas de si de enunciação homossexual, em especial sobre os diários de Lúcio Cardoso, Walmir Ayala e Harry Laus.

Downloads

Publicado

2016-06-23

Edição

Seção

Traduções Comentadas / Translations with Commentaries