Em torno da letra: uma tradução comentada de “Gaviota”, de José Gorostiza

Autores

  • José Gorostiza
  • Geylson Alves Universidade Federal de Campina Grande

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4237.2014n16p189

Palavras-chave:

José Gorostiza, Poesia Traduzida, Tradução Comentada

Resumo

Nesta tradução comentada, nós apresentamos algumas questões que marcaram nosso processo tradutório do poema “Gaviota” [“Gaivota”], do autor mexicano José Gorostiza. Esse processo baseou-se na perspectiva da tradução letrista como formulada por Antoine Berman, a qual se volta para a letra do texto original, ou seja, para os jogos criados entre seus significantes. Ao longo desse processo, nós tentamos equacionar as tensões entre esses jogos, pois não havia como darmos conta em língua portuguesa de todos eles ao mesmo tempo. Portanto, deformamos alguns aspectos da letra do texto de partida para mantermos outros no texto de chegada, estabelecendo relações hipertextuais entre os textos.

ABSTRACT

On this translation with commentary we present some issues that stood out in the process of our translation of the poem “Gaviota” [“Gaivota” (Seagull)] written by the Mexican author José Gorostiza into Brazilian Portuguese. This process was based on the perspective on translation formulated by Antoine Berman, which stresses the importance of the letter of the original text, that is, the importance of the relationships between its signifiers. Throughout this process, we tried to settle the tensions between these relationships, as it was impossible to deal with them all and at oncein Portuguese. So, we deformed some aspects of the letter of the source text in the target text in order to maintain other aspects intact, establishing an hypertextual relationship between the two texts.

Keywords: José Gorostiza; translated poetry; translation with commentary.

Biografia do Autor

José Gorostiza

José Gorostiza foi um autor mexicano do século XX que pertenceu aos Contemporâneos, um grupo de escritores responsável por introduzir as vanguardas europeias na literatura mexicana, criando um maior diálogo com as literaturas estrangeiras. Ele compôs uma obra muito exígua, formada basicamente pelos poemários Canciones para cantar en las barcas [Canções para cantar nos barcos] e Muerte sin fin [Morte sem fim].

Geylson Alves, Universidade Federal de Campina Grande

É licenciado em Letras pela Universidade Federal de Campina Grande (2012)

Downloads

Publicado

2016-06-23

Edição

Seção

Traduções Comentadas / Translations with Commentaries