Ítaca de Ulysses em cinco versões ao português

Afonso Teixeira Filho

Resumo


HTTP://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2012n12p409

Analisamos aqui as diferentes traduções para o português de um excerto do episódio “Ítaca” do romance Ulysses, de James Joyce. O episódio reproduz, em forma de pastiche e recorrendo a diversas formas de linguagem – inquérito, manual técnico –, a passagem da Odisseia, de Homero, em que Ulisses retorna para casa e a encontra assediada por diversos príncipes que queriam tomar-lhe o reino. Percebe-se, pela análise das traduções, que as posteriores à de António Houaiss (1966) são todas, em maior ou menor medida, tributárias à dele. Percebe-se também que buscaram superar aquilo que acreditavam ser deficiências na tradução de Houaiss. No entanto, nada acrescentaram de novo ao entendimento da obra de Joyce.


Palavras-chave


Estudos da Tradução; Literatura Comparada; Literatura Irlandesa; Ulysses; James Joyce

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4237.2012n12p409

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.