Constituição da Tecnoarte: a emergência dos meios digitais e o diálogo com a produção do texto nos meios analógicos

Rogério Barbosa da Silva

Resumo


O presente texto discute questões acerca da videopoesia, da poesia digital, da poesia sonora, da poesia intermedia, da land-art, da Sky-art, da holopoesia, entre outras, tendo em mente os desafios da escrita inseridos em um mundo virtual onde os próprios conceitos de poesia  e de escrita são expandidos. Para isso, pensou-se aqui numa redefinição do que é o literário quando se está no ambiente digital. Como objeto, foram escolhidas produções de Álvaro Andrade Garcia e de Wilton Azevedo.


Palavras-chave


Poesia; Ambientes Digitais; Tecnoarte

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1807-9288.2017v13n2p72



Direitos autorais 2017 Rogério Barbosa da Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.