Uso de elementos verbo-visuais analógicos na criação de poemas digitais

Rafael Soares Duarte

Resumo


O presente artigo propõe a investigação de características formais de textualidades verbo-visuais, mais especificamente a história em quadrinhos e a poesia visual moderna, como ponto de partida possível para a reflexão sobre seu uso na criação de poemas digitais. Nesse sentido, será realizada uma breve análise sobre algumas características basilares da literatura digital como o transbordamento de significantes e significações e a ideia de excesso e excessividade. Em seguida são realizadas breves comparações entre o texto digital e características da poesia visual moderna e da história em quadrinhos como meio de pensar proposições estéticas para poemas digitai que ao mesmo tempo mantenha características da página analógica mas que consiga agregar propostas impossíveis fora do meio digital, para criar obras que se utilizem de uma potencial página infinita.


Palavras-chave


Poesia Visual; História Em Quadrinhos; Poemas Digitais; Teoria Do Texto Digital

Texto completo:

PDF/A

Referências


DUARTE, Rafael Soares. Aproximações entre poesia visual e histórias em quadrinhos. 2016. 270 fls. Tese – UFSC. Florianópolis.

McCLOUD, Scott. Desvendando os quadrinhos. São Paulo: MBooks do Brasil, 2005.

SANTOS, Alckmar Luiz dos. Leituras de nós: ciberespaço e literatura. São Paulo: Itaú Cultural, 2003.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2018v14n2p134



Direitos autorais 2018 Rafael Soares Duarte

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.