Leitura e ensino: por avaliações que levem (mesmo) os ambientes digitais em consideração

Carla Viana Coscarelli, Ana Elisa Ribeiro

Resumo


Neste artigo discutimos diferentes matrizes de habilidade de avaliações de leitura em larga escala e como elas incorporam questões relativas ao letramento digital. Analisamos as matrizes de avaliações de leitura no Brasil como o Saeb e o Enem, assim como as habilidades de leitura verificadas em avaliações internacionais como o Pisa, que incorpora a leitura online. Além disso, analisamos as habilidades de leitura elencadas pelo ISTE, que, por sua vez, percebe o ato de leitura como sendo parte de um processo de pesquisa e de solução de problemas. Analisamos também a matriz de letramento digital desenvolvida por Dias e Novais e que tem sido tomada como referência para muitas pesquisas. Finalizamos esse texto mostrando que matrizes de letramento precisam ser construídas, avaliadas e reformuladas sempre pelos educadores, a fim de atender às demandas específicas de cada escola e cada comunidade escolar.


Palavras-chave


Leitura; Matrizes; Letramento digital

Texto completo:

PDF/A

Referências


BARTLETT, Jamie; MILLER, Carl. Truth, lies and the Internet: a report into young people's digital fluency, 2011. Disponível em: http://www.fast-and-wide.com/images/stories/blog_pics/2011/truthlies.pdf. Acesso em: 08 nov. 2019.

BILAL, Dania. Children's use of the Yahooligans! Web search engine: I. Cognitive, physical, and affective behaviors on fact‐based search tasks. Journal of the American Society for information Science, v. 51, n. 7, p. 646-665, 2000.

BRASIL/INEP. Matriz de Referência do Enem. Brasília, Distrito Federal, s/d. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/enem/matriz_referencia.pdf. Acesso em: 08 nov. 2019.

COIRO, J.; DOBLER, E. Exploring the comprehension strategies used by sixth-grade skilled readers as they search for and locate information on the Internet. Reading Research Quarterly, 42, p. 214-257, 2007.

COIRO, Julie; COSCARELLI, Carla V.; MAYKEL, Cheryl; FORZANI, Elena. Investigating Criteria That Seventh Graders Use to Evaluate the Quality of Online Information. Journal of Adolescent & Adult Literacy, International Literacy Association, v. 59, n. 3, nov./dez. 2015.

COPE, Bill; KALANTZIS, Mary. “Multiliteracies”: New Literacies, New Learning Pedagogies: An International Journal, v. 4, n. 3, p. 164-195, 2009. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/15544800903076044. Acesso em: 08 nov. 2019.

COSCARELLI, Carla V.; RIBEIRO, Ana Elisa. (org.). Letramento digital – Aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

COSCARELLI, Carla V.; RIBEIRO, Ana Elisa; BONAMINO, Alícia. Alfabetismo e leitura no Pisa, no Enem e no Inaf: comparando concepções e alcances em matrizes de referência de avaliações de larga escala. In: RIBEIRO, Vera M.; LIMA, Ana Lúcia D.; BATISTA, Antonio Augusto G. (org.). Alfabetismo e letramento no Brasil: 10 anos do Inaf. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

COSCARELLI, Carla Viana; NOVAIS, Ana Elisa. Leitura: um processo cada vez mais complexo. Letras de Hoje, v. 45, n. 3, 2010.

DIAS, Marcelo C.; NOVAIS, Ana Elisa. Por uma matriz de letramento digital. III ENCONTRO NACIONAL SOBRE HIPERTEXTO. Belo Horizonte, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Anais... Belo Horizonte: CEFET-MG,p. 1-19, out. 2009.

GOLDMAN, S.R.; BRAASCH, J.L.G.; WILEY, J.; GRAESSER, A.C.; BRODOWINSKA, K. Comprehending and learning from Internet sources: Processing patterns of better and poorer learners. Reading Research Quarterly, v. 47, n. 4, p. 356-381, 2012.

ISTE Standards for Students. s/d. Disponível em: http://www.iste.org/standards/iste-standards/standards-for-students. Acesso em: 08 nov. 2019.

KRESS, Gunther, VAN LEEUWEN, Theo. Reading Images. The Grammar of Visual Design. London: Routledge, 1996.

LEU, Donald J., FORZANI, Elena, RHOADS, Chris, MAYKEL, Cheryl, KENNEDY, Clint, TIMBRELL, Nicole. The new literacies of online research and comprehension: Rethinking The Reading Achievement Gap. Project Report, University of Connecticut, 2014. Disponível em: http://newliteracies.uconn.edu/wp-content/uploads/sites/448/2014/07/Leu-Forzani-Rhoads-Maykey-Kennedy-Timbrell-2014.pdf. Acesso em: 14 mar. 2016.

OECD (2011). PISA 2009 Results: Students on Line: Digital Technologies and Performance (Volume VI). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1787/9789264112995-en. Acesso em: 08 nov. 2019.

OECD, INEP. RELATÓRIO NACIONAL PISA 2012: RESULTADOS BRASILEIROS. 2014. Disponível em: http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/resultados/2014/relatorio_nacional_pisa_2012_resultados_brasileiros.pdf. Acesso em: 08 nov. 2019.

OECD. Brazil Country Note. Results from PISA 2012. Disponível em: http://download.inep.gov.br/acoes_internacionais/pisa/resultados/2013/country_note_brazil_pisa_2012.pdf. Acesso em: 08 nov. 2019.

OECD. Students online: Reading and using digital information. Paris, France, 2010.

PAIVA, Vera M., NASCIMENTO, Milton. Texto, hipertexto e a (re)configuração de (con)textos. In: LARA, G. M. P. Lingua(gem), texto, discurso: entre a reflexão e a prática. Belo Horizonte: Lucerna, 2006. p. 155-179.

RIBEIRO, Ana Elisa. Sem modo avião: jovens e leitura de livros, hoje. 28º ENCONTRO ANUAL DA COMPÓS (Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação). Anais... Porto Alegre, PUCRS, jun. 2019.

RIBEIRO, Vera Masagão; LIMA, Ana Lúcia D.; BATISTA, Antônio A. G. Alfabetismo e letramento no Brasil: 10 do Inaf. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

ROJO, Roxane; MOURA, Eduardo (org.). Multiletramentos na escola. São Paulo: Parábola Editorial, 2012.

WALRAVEN, Amber; BRAND-GRUWEL, Saskia; BOSHUIZEN, Henny PA. Information-problem solving: A review of problems students encounter and instructional solutions. Computers in Human Behavior, v. 24, n. 3, p. 623-648, 2008. Disponível em: http://hdl.handle.net/1820/1837. Acesso em: 08 nov. 2019.




DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2019v15n2p101



Direitos autorais 2020 Carla Viana Coscarelli, Ana Elisa Ribeiro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.