Os Simpsons no dia das bruxas

Autores

  • Chantal Herskovic Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH / Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2014v1n33p209

Palavras-chave:

Adaptação, Paródia, Os Simpsons, Terror, Horror

Resumo

Este artigo tem como objetivo resgatar paródias da série de TV Os Simpsons a partir de histórias inspiradas em obras da literatura gótica, visando verificar de que forma dialogam com os textos de partda e com o tema de Halloween ou o Dia das Bruxas. Serão utilizadas para análise reflexões teóricas propostas por Umberto Eco (2001) em que o autor discute o papel da cultura de massa na atualidade; por David Punter, (1996) em que analisa as características da literatura gótica; por Alberto Manguel (2005) em que distingue os conceitos de terror e horror; por Julio Plaza (2001) em que propõe estudos sobre transcriação sígnica e o conceito de intertextualidade; e, finalmente, por Linda Hutcheon (1986) em que analisa a questão da adaptação e o conceito de paródia.

 

Biografia do Autor

Chantal Herskovic, Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH / Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Leciona nos cursos de Design e Design Gráfico (UNI-BH).  Designer gráfica e ilustradora no Jornal Estado de Minas. Doutoranda em Artes Visuais na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Mestre em Artes Visuais (UFMG). Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH / Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. E-mail: chantalh.geo@gmail.com

Downloads

Publicado

2014-07-31

Edição

Seção

Dossiê de Tradução