Tradução de libras para português de textos acadêmicos: considerações sobre a prática

Natália Schleder Rigo

Resumo


Este artigo objetiva apresentar ao leitor algumas considerações acerca do trabalho de tradução de textos acadêmicos produzidos em Língua Brasileira de Sinais (Libras) para o Português em sua modalidade escrita. O trabalho possui como recorte a tradução de uma tese de doutorado produzida em Libras e registrada em vídeo por uma acadêmica surda da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. As considerações são aqui apresentadas seguindo os fatores extratextuais e intratextuais de Nord (1991) propostos como aspectos de análise textual para projetos de tradução. Neste artigo, busca-se avançar nas discussões sobre as práticas desempenhadas pelos tradutores de língua de sinais no Brasil, em especial, sobre traduções de textos envolvendo a direção Libras - Português que, embora ainda carente de pesquisas e registros, trata-se de uma atividade que já vem sendo realizada por profissionais em instituições de ensino superior.


Palavras-chave


Tradução; Língua Brasileira de Sinais; Português; Textos Acadêmicos

Texto completo:

PDF/A

Referências


ANDRADE, B. L. L de. A Tradução de Obras Literárias em Língua Brasileira de Sinais: antropomorfismo em foco. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2015.

AVELAR, T. F. A Questão da Padronização Linguística de Sinais nos Atores-Tradutores Surdos do Curso de Letras-Libras da UFSC: estudo descritivo e lexicográfico do sinal “Cultura”. Dissertação (Mestrado em Estudos de Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

BAKER, M. In Other Words: a coursebook on translation. 2ª ed. London and New York: Routledge, 2011.

BRASIL. Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei no 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei no 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Diário Oficial da União, República Federativa do Brasil, Atos do Poder Executivo, Brasília, DF, 23 dez. 2005. nº 246, ano CXLII, Seção 1, p. 28-30.

________. Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – Libras e dá outras providências. Diário Oficial da União, República Federativa do Brasil, Atos do Poder Legislativo, Brasília, DF, 25 abr. 2002. nº 79, ano CXXXIX, Seção 1, p. 23.

CAMPOS, G. O que é Tradução. São Paulo: Brasiliense, 2004.

CASTRO, N. P. de. A Tradução de Fábulas Seguindo Aspectos Imagéticos da Linguagem Cinematográfica e da Língua de Sinais. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2012.

DOMINGOS, F. K. P. Português Brasileiro e Libras: elos coesivos em textos em relação tradutória. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

DOUETTES, B. B. A tradução na criação de sinais-termos religiosos em Libras e uma proposta para organização de glossário terminológico sembilíngue. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2015.

FERNANDES, C. L.; ROSA, F. S. Tradução Acadêmica da Língua de Sinais para o Português Escrito: a urgência e emergência desse trabalho. In: Anais do IV Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução e Interpretação de Libras e Língua Portuguesa. Florianópolis: 2014.

FREITAS, S. R. de. A interface tradução e jornalismo: uma análise das marcas culturais presentes em textos jornalísticos. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Florianópolis, SC. 2011.

KLAMT, M. M. Tradução Comentada do poema em Língua Brasileira de sinais: “Voo sobre o Rio”. Revista Belas Infiéis, v. 3, p. 107-123, 2014.

LEAL, A. Funcionalismo e Tradução Literária: o modelo de Christiane Nord em três contos ingleses contemporâneos. Scientia Traductionis Nº II. Florianópolis: PGET/UFSC, 2006.

MACHADO. F. de A. Antologia Poética Sinalizada. Tese (Doutorado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina (no prelo).

MARQUES, R. R. Os Vídeo-Registros e suas Implicações na área de Tradução em Língua de Sinais In: Anais do IV Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução e Interpretação de Libras e Língua Portuguesa. Florianópolis: 2014.

MOTTA-ROTH, D.; HENDGES, G. R. Produção Textual na Universidade. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

NICOLOSO, S. Traduzindo Poesia em Língua de Sinais: uma experiência fascinante de verter gestos em palavras. In: QUADROS, R. M. de (Org.) Cadernos de Tradução XXVI: Tradução e Interpretação de Língua de Sinais. Florianópolis: PGET/UFSC, 2010/2.

NORD, C. Text analysis in Translation. Theory, Methodology, and Didactic Application of a Model for Translation – Oriented Text Analysis. Rodopi: Amsterdam, 1991.

PEREIRA, M. C. P. Produções Acadêmicas sobre Interpretação de Língua de Sinais: dissertações e teses como vestígios históricos. In: QUADROS, R. M. de (Org.) Cadernos de Tradução XXVI: Tradução e Interpretação de Língua de Sinais. Florianópolis: PGET/UFSC, 2010/2.

POLCHLOPEK, S. A.; Zipser, M. E. Introdução aos Estudos da Tradução. Curso de Licenciatura de Letras Inglês EaD. Letras Inglês. Florianópolis: LLE/CCE/UFSC, 2009.

QUADROS, R. M. de. [et al.]. Exame Prolibras. Florianópolis: Ed. UFSC, 2009.

__________________. O Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa. Secretaria de Educação Especial; Brasília: MEC, SEESP, 2007.

RAMOS, C. R. Língua de Sinais e Literatura: uma proposta de trabalho de tradução cultural. Dissertação (Mestrado em Semiologia). Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1995.

_____________. Uma leitura da Tradução de Alice no País das Maravilhas para a Língua Brasileira de Sinais. Tese (Doutorado em Letras Vernáculas). Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2000.

RIGO, N. S. Tradução de Canções de LP para LSB: identificando e comparando recursos tradutórios empregados por sinalizantes surdos e ouvintes. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

SANTANA, J. B. M. Fronteiras Literárias: experiências e performances dos tradutores e intérpretes de libras. Dissertação (Mestrado em Literatura). Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

SANTOS, S. A. dos. Tradução/Interpretação de Língua de Sinais no Brasil: uma análise das teses e dissertações de 1990 a 2010. Tese (Doutorado em Estudos de Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

SEGALA, R. R. Tradução Intermodal e Intersemiótica/Interlingual: Português brasileiro escrito para Língua Brasileira de Sinais. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Florianópolis: UFSC, 2010.

SILVA, R. C. da. Indicadores de Formalidade no Gênero Monológico em Libras. Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade Federal de Santa Catarina, 2013.

SOUZA, S. X. Performances de Tradução para a Língua Brasileira de Sinais Observadas no Curso de Letras-Libras. Dissertação (Mestrado em Estudos de Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2010.

_____________. Traduzibilidade Poética na Interface Libras-Português: aspectos linguísticos e tradutórios com base em “Bandeira Brasileira” de Pimenta (1999). In: QUADROS, R. M. de.; STUMPF, M. R. (Org.) Estudos Surdos IV. Petrópolis, RJ: Arara Azul, 2009.

VALSECHI, G. S. Vestibular, estudo de caso: prosódia na tradução de Libras. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução). Universidade Federal de Santa Catarina, 2015.

VASCONCELLOS, M. L. Tradução e interpretação de Língua de Sinais (TILS) na Pós-Graduação: A afiliação ao campo disciplinar “Estudos da Tradução”. In: QUADROS, R. M. de (Org.) Cadernos de Tradução XXVI: Tradução e Interpretação de Língua de Sinais. Florianópolis: PGET/UFSC, 2010/2.

WEININGER, M. J. [et al.]. Quando Múltiplos Olhares Geram Diferentes Experiências de Tradução ao Português de um Poema em Libras: o caso de “Homenagem Santa Maria” de Godinho (2013). In: Anais do IV Congresso Nacional de Pesquisas em Tradução e Interpretação de Libras e Língua Portuguesa. Florianópolis: 2014.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35nesp2p458



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.