Políticas governamentais e Educação Infantil: Histórias ou Estórias?

Rosânia Campos

Resumo


O atendimento de crianças menores de seis anos, em instituições, caracterizou-se historicamente como um tipo de serviço necessário para as mulheres que exerciam atividade laborativa fora de seus lares. Só recentemente é que iniciaram-se as discussões que defendem desse nível educativo como direito das crianças e famílias.

Palavras-chave


Educação Infantil; Creche; Políticas Educacionais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.