O palco na sala de aula

Marco Antônio Araújo

Resumo


Nascida no sertão da Bahia, “em meio à caatinga”, Eugênia Thereza de Andrade desde criança quis atuar como professora. “Era uma profissão de prestígio”, lembra, principalmente para uma menina de família pobre, 11 irmãos. Mal terminou a Escola de Teatro da Universidade da Bahia, em Salvador, veio sozinha e decidida para São Paulo, em 1965, no início da ditadura militar.


Palavras-chave


Educação Infantil; Professora; relatos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.