As formas de participação das crianças nos trabalhos de conclusão de Curso da Pedagogia da FURB no período de 2006 a 2008

Maria Porto Lucas, Rita Buzzi Rausch

Resumo


Este trabalho buscou analisar as formas de participação das crianças nos Trabalhos de Conclusão de Curso da Pedagogia da FURB realizados no período de 2006 a 2008. Para tanto, realizamos uma pesquisa de abordagem qualitativa de tipo documental, pois os dados foram analisados a partir dos relatórios escritos pelas acadêmicas. Dos 114 trabalhos realizados neste período, 52 voltaram-se a pesquisar a Educação Infantil, e 20 destes trabalhos traziam de algum modo a participação das crianças. Na análise organizamos os dados em quatro categorias: as crianças como objeto; as crianças como sujeitos; as crianças como atores sociais; e as crianças como participantes. Na maioria dos trabalhos analisados foi identificada a participação das crianças como objetos e como sujeitos das pesquisas. Em apenas um trabalho percebemos maiores indicativos da participação das crianças como atores sociais. Alguns estudos que descreveram o cotidiano das crianças e suas relações demonstraram preocupação com o fato de não conseguir contemplar e analisar muitos dos movimentos das crianças, considerando sua participação importante. Porém, as crianças como participantes pesquisadoras não foram identificadas, mesmo que alguns estudos estivessem amparados em referenciais que defendem a sua participação. Frente à Nova Sociologia da Infância não podemos considerar que estamos estudando a infância enquanto a criança for submetida nas pesquisas à condição de aluna ou filha ou qualquer outra condição que não seja por ela mesma.


Palavras-chave


Infância; Educação Infantil; Pesquisa; Participação das crianças

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2010n21p31

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.