Compreensão de professoras acerca de brincadeiras de faz-de-conta e das culturas infantis

Graciele de Souza Colling, Rita Buzzi Rausch

Resumo


Esta pesquisa, relacionada ao tema da Infância, visa contribuir com os estudos que consideram a criança como ator social. Buscou, em síntese, analisar as compreensões de professoras que atuma com crianças de três a quatro anos de idade acerca das brincadeiras de faz-de-conta e das culturas infantis. Os sujeitos da pesquisa foram onze professoras de Educação Infantil, dentre as doze que compunham o universo de profissionais que atuavam com crianças da faixa-etária de três a quatro anos em instituições públicas Municipais de Gaspar/ SC. O instrumento utilizado na recolha dos dados foi uma entrevista estruturada com perguntas direcionadas ao tema da pesquisa que é de cunho qualitativo. A coleta dos dados ocorreu entre os meses de abril a junho de 2010.  Os resultados apontam que as professoras compreendem o faz-de-conta das crianças como sendo a principal atividade no cotidiano institucional, contemplam as brincadeiras de faz-de-conta no seu planejamento, além de perceberem aspectos das culturas infantis trazidos pelas crianças de contextos não institucionais para o faz-de-conta. Porém, a brincadeira de faz-de-conta por vezes é utilizada pelas professoras como recursos, estratégias e formas de aprendizagem de conteúdos, utilizando a brincadeira de teatro e música como soluções para desenvolver atividades direcionadas. As professoras perceberem aspectos das culturas infantis trazidos pelas crianças de contextos não institucionais para as brincadeiras de faz-de-conta, principalmente provenientes do contexto familiar.  O faz-de-conta das crianças para as professoras também é visto como mera imitação e não como reprodução interpretativa do universo dos adultos.

 

 


Palavras-chave


Educação Infantil; Brincadeiras de faz-de-conta; Culturas infantis; Formação de professores

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2011n24p1

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.