As lutas pela Educação Infantil: políticas, direitos e pedagogias

Cleriston Izidro dos Anjos, Solange Estanislau dos Santos, Fernando Ilídio Ferreira

Resumo


Apresentação

Texto completo:

PDF/A

Referências


BLOCH, E. O princípio esperança. Rio de Janeiro: UERJ/Contraponto, 2005. v. 1.

BRASIL. Decreto nº 7.397, de 22 de dezembro de 2010, que institui a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), 2010.

CANAVIEIRA, F.O.; PALMEN, S. H. C. Movimentos sociais e a luta pela educação infantil. In: GEPEDISC-Culturas Infantis. Infâncias e movimentos sociais. Campinas,SP: Edições Leitura Crítica, 2015, p.33-49. Disponível em: www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?down=73885

DE ANGELO, A Educação Infantil no contexto dos movimentos sociais: duas leituras

FOYER, J. & THIOLLET, J.-P. La Pensée unique. Economica. Paris: JM. Chardon & D.Lensel Ed., 1998.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

GEPEDISC- Culturas Infantis. Infâncias e Movimentos Sociais. Campinas – SP: Edições Leitura Crítica, 2015.

GHON, M. G. “Movimentos Sociais e Lutas pela Educação no Brasil: Experiências e Desafios na Atualidade” Conferência de Encerramento da Reunião Científica Regional da ANPED “Educação, movimentos sociais e políticas governamentais”, 24-27 de julho de 2016, UFPR, Curitiba, Paraná.

GOMES, N. L. Relações étnico-raciais, educação e descolonização dos currículos. Currículo sem Fronteiras, v.12, n.1, pp. 98-109, Jan/Abr 2012.

PIONÓRIO, M. A. A. O Movimento Feminista e sua contribuição para a Educação Infantil no Brasil. Revista Parâmetro, 25 jan. 2011.

PORTUGAL. Estratégia Nacional de Educação para Cidadania. Lisboa: Ministério da Educação, 2017.

POSSÍVEIS. Especiaria - Cadernos de Ciências Humanas. Ilhéus/BA, vs. 12 e 13, ns. 22 e 23, jul./dez. 2009 e jan./jun. 2010, p. 123-153.

ROSEMBERG, F. A criança pequena e o direito à creche no contexto dos debates sobre infância e relações raciais. In: ABRAMOWICZ, Anete, et.al. Educação infantil, igualdade racial e diversidade: aspectos políticos, jurídicos, conceituais. São Paulo, CEERT, 2012, p. 11-46.

SANTOS, B. S. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social . Trad.: Mouza Benedito. São Paulo: Boitempo, 2007.

TOMÁS, C. A. Há muitos mundos no mundo…direitos das crianças, cosmopolitismo infantil movimentos sociais de crianças : diálogos entre crianças de Portugal e Brasil. 2007. Tese de Doutoramento em Estudos da Criança, especialidade de Sociologia da Infância. Braga: Universidade do Minho

TOURAINE, A. Na fronteira dos movimentos sociais. Sociedade e Estado, Brasília, v. 21, n. 1, p. 17-28, jan./abr., 2006.




Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.