Acreditação dos hospitais das cidades sede brasileira na copa do mundo de futebol em 2014

Autores

  • Rudimar Antunes da Rocha Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Andreas Dittmar Weise Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas da Universidade Federal de Santa Maria
  • Charles Albino Schultz Departamento de Ciências da Administração da Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Allan Augusto Platt Departamento de Ciências da Administração da Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2011v13n30p178

Resumo

O artigo aborda a Acreditação Hospitalar como um parâmetro de qualidade das organizações hospitalares no Brasil e mundo. O foco foi identificar como os hospitais das cidades sede da Copa do Mundo de Futebol de 2014 estão classificados pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e Joint Commission on Accreditation of Hospitals (JCI) - Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA). O Manual Brasileiro de Acreditação estabelece três selos de qualidade hospitalar: Nível 1: Acreditado; Nível 2: Acreditado Pleno; e Nível 3: Acreditado com Excelência. Do ponto de vista metodológico, a pesquisa se caracterizou como do tipo exploratório, com abordagem tipo survey psicográfico, com a coleta intencional dos dados, isto é, as cidades sedes. A pesquisa teve um tratamento qualitativo e quantitativo. Os dados foram coletados nos meses de março e abril de 2011, através dos sites oficiais da ONA, JCI-CBA e FIFA na internet. Concluiu-se que as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte são as mais preparadas no momento, em relação a acreditação hospitalar pela ONA e/ou JCI-CBA. Os hospitais das demais sedes necessitam criar mecanismos de qualidade para obterem um dos tipos de acreditação com urgência. Somente assim vão evitar a imagem negativa dos serviços de saúde brasileiro aos estrangeiros que, por ventura, necessitarem de atendimento médico-hospitalar durante a Copa do Mundo de 2014.

Biografia do Autor

Rudimar Antunes da Rocha, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Professor Associado II do Departamento de Ciências da Administração da Universidade Federal de Santa Catarina. Doutor em Engenharia de Produção pela UFSC.

Andreas Dittmar Weise, Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas da Universidade Federal de Santa Maria

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Professor Adjunto I do Dep. de Eng. de Produção e Sistemas, do Programa de Pós-Graduação em Eng. de Produção (PPGEP) da UFSM e pesquisador do Núcleo de Inteligência Competitiva Organizacional em Marketing e Logística (NICO-CAD/UFSC).

Charles Albino Schultz, Departamento de Ciências da Administração da Universidade Federal da Fronteira Sul

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Professor Assistente I do Dep. de Ciências da Administração da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS).

Allan Augusto Platt, Departamento de Ciências da Administração da Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Professor Adjunto II do Dep. de Ciências da Administração da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e pesquisador do Núcleo de Inteligência Competitiva Organizacional em Marketing e Logística (NICO-CAD/UFSC).

Downloads

Publicado

2011-08-10

Edição

Seção

Artigos