Relação entre Estratégias de Preços e Custeio

Autores

  • Gabriel Sperandio Milan Universidade de Caxias do Sul
  • Deonir De Toni Universidade de Caxias do Sul
  • Fabiano Larentis Universidade de Caxias do Sul.
  • Alexandre Majola Gava Centro de Ensino Superior Cenecista de Farroupilha

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n36p229

Resumo

O presente trabalho apresenta uma pesquisa realizada em 84 empresas, localizadas na Serra Gaúcha, abordando os seus processos de formação de preços e de custeio, buscando determinar relações entre as principais variáveis inerentes às áreas de marketing, de finanças e de controladoria. Os resultados iniciais sugerem que parece haver uma relação significativa entre a competitividade percebida no ambiente e a forma como o custeio é tratado pelas empresas, pois parece que mercados mais competitivos exigem o uso de técnicas mais avançadas em relação à aferição dos custos e, como decorrência, na definição das estratégias de precificação. Além disso, o enfoque da formação de preços, suas estratégias, políticas e decisões, baseado no valor percebido pelos clientes e o impacto dos custos neste contexto, e não apenas no enfoque das práticas da concorrência, também, incentivam o uso de técnicas mais apuradas de custeio. Finalmente, foi possível observar que a sofisticação dessas técnicas está relacionada ao porte, ao tempo de mercado das empresas e ao nível de exigência dos mercados atendidos pela organização, influenciando as estratégias de preço.

Biografia do Autor

Gabriel Sperandio Milan, Universidade de Caxias do Sul

Doutor em Engenharia de Produção na Área de Sistemas de Qualidade pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Professor e Pesquisador da Universidade de Caxias do Sul, ligado aos Programas de Mestrado e de Doutorado em Administração.

Consultor de empresas em estratégia e mercado.

Deonir De Toni, Universidade de Caxias do Sul

Doutor em Administração na Área de Marketing pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Professor e Pesquisador da Universidade de Caxias do Sul, ligado ao Programa de Mestrado em Administração.

 

Fabiano Larentis, Universidade de Caxias do Sul.

Doutor em Administração na Área de Marketing pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Professor e Pesquisador da Universidade de Caxias do Sul.

 

Alexandre Majola Gava, Centro de Ensino Superior Cenecista de Farroupilha

Doutor em Administração na Área de Finanças pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Professor do Centro de Ensino Superior Cenecista de Farroupilha.

Consultor de empresas na área de finanças.

 

Downloads

Publicado

2013-08-26

Edição

Seção

Artigos