Contribuições do Modelo de Medição de Desempenho Organizacional da Performance Prism ao Balanced Scorecard: um estudo sob a perspectiva dos stakeholders

Autores

  • Sady Darcy da Silva Jr IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Edimara Mezzomo Luciano PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • Maurício Gregianin Testa PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n37p136

Palavras-chave:

Performance Prism, Balanced Scorecard, Desempenho Organizacional, Estratégia, Stakeholders

Resumo

Medir o desempenho organizacional é um grande desafio para as empresas. Nesse sentido, merece destaque o Modelo de Medição de Desempenho Organizacional (MMDO) Balanced Scorecard (BSC). Entretanto, o modelo Performance Prism (PP) dá grande ênfase aos stakeholders organizacionais e afirma que o BSC trata-os de forma superficial, valorizando mais os acionistas (shareholders) e os clientes. Assim, o objetivo desta pesquisa é identificar as contribuições do PP ao BSC, sob a perspectiva dos stakeholders. Para isso, elaborou-se um roteiro semiestruturado de entrevistas que foi aplicado com profissionais da área de estratégia. Paralelamente, comparou-se a estrutura dos modelos visando enriquecer os resultados obtidos, além de complementar as análises das percepções dos entrevistados. Os resultados mostraram-se muito relevantes, visto que importantes contribuições identificadas do PP ao BSC contrapõem as próprias críticas originais do PP, que em grande parte se tornaram questionáveis por meio da percepção dos entrevistados e da comparação entre os modelos.

Biografia do Autor

Sady Darcy da Silva Jr, IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Mestre em Administração e Negócios pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com linha de pesquisa em Estratégia e Gestão da Informação. MBA em Gestão Empresarial pela FVG - Fundação Getúlio Vargas e Bacharel em Administração de Empresas com ênfase em Análise de Sistemas de Informação pela PUCRS. Atuando no ensino superior desde 2006, ministrou aulas em nível de graduação e pós-graduação na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), sendo atualmente professor com dedicação exclusiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), exercendo também a função de Coordenador de Desenvolvimento Institucional do Campus Restinga do IFRS. Possui certificação PMP (Project Management Professional), pelo PMI. Profissional com mais de 20 anos de experiência, incluindo prestação de serviços de consultoria organizacional, com enfoque nas áreas de gestão estratégica, gerenciamento de projetos, gestão empresarial e tecnologia da informação.

Edimara Mezzomo Luciano, PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Edimara Mezzomo Luciano é professora titular da Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. É professora e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGAd/FACE/PUCRS) e Vice-Diretora da Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia. Concluiu o doutorado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 2004 e o Mestrado pela mesma Instituição em 2000. Foi Visitant Researcher no departamento de Information and Decision Sciences da University of Texas at El Paso (UTEP) entre janeiro e março de 2009. Atua na área de Administração com foco em Gestão de Tecnologia da Informação, e seus interesses de pesquisa envolvem Gestão de Tecnologia da Informação, Governança de Tecnologia da Informação e Segurança da Informação. Lidera o grupo de pesquisas em Gestão e Governança de Tecnologia da Informação.

Maurício Gregianin Testa, PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Maurício Gregianin Testa é doutor em Administração pela UFRGS e Professor do Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGAd) da Faculdade de Administração, Contabilidade e Economia (FACE) da PUCRS. Atuamente, é Diretor do Centro de Educação Continuada da PUCRS. Sua linhas de pesquisas se concentram na área de Administração da Informação, Impactos Sócio-Culturais da TI e Gestão de Tecnologias da Informação. Em seu currículo os termos mais frequentes na contextualização da produção científica são: Educação a Distância, Ambientes Virtuais, Comércio Eletrônico, Internet, Gestão de TI, Governança de TI e Impacto Sócio-Culturais da TI.

Downloads

Publicado

2013-12-10

Edição

Seção

Artigos