Aspectos que constituem práticas pedagógicas e a formação de professores em modelagem matemática

Autores

  • Gabriele de Sousa Lins Mutti Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Tiago Emanuel Klüber Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2018v11n2p85

Palavras-chave:

Tendência da educação matemática, Ação docente, Contexto de formação

Resumo

O presente artigo refere-se aos aspectos formativos que constituem as práticas pedagógicas de professores da Educação Básica participantes de uma Formação Continuada em Modelagem Matemática. Assumida sob a perspectiva fenomenológica de investigação, a pesquisa foi estabelecida a partir da análise dos discursos e das ações de onze professores em dois distintos contextos: os encontros da referida Formação e suas salas de aula. Os resultados evidenciaram a multidimensionalidade do processo de constituição das práticas pedagógicas dos professores e revelaram que suas necessidades formativas podem não ser atendidas por estratégias de formação exclusivamente teóricas e generalistas. Nesse sentido, é relevante que as práticas pedagógicas características dos professores sejam consideradas como orientadoras, uma vez que podem fornecer indicativos de encaminhamentos que contribuam para a adoção da Modelagem. A ideia é, portanto, que a aproximação à Modelagem seja iniciada com base na reflexão acerca da prática pedagógica dos professores e não apenas da teoria.

Biografia do Autor

Gabriele de Sousa Lins Mutti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Licenciada em Matemática pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, (2003). Mestre em Ensino pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, campus Foz do Iguaçu, (2016) e Doutoranda em Educação em Ciência e Educação Matemática pela Universidade do Oeste do Paraná, campus Cascavel, (2018). Professora da Secretaria de Estado e Educação do Paraná. Bolsista CAPES.

Tiago Emanuel Klüber, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual do Centro-Oeste, Unicentro, (2004). Mestre em Educação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, (2007) e Doutor em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina, (2012). Professor Adjunto da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Membro e vice-coordenador (2012-2015 e 2015-2018) do GT-10 Modelagem Matemática, da Sociedade Brasileira de Educação Matemática, SBEM. Coordenador e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemática da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, nível de mestrado e doutorado (CAPES, nota 4, 2017), campus Cascavel.

Downloads

Publicado

2018-11-28

Edição

Seção

Artigos