Os projetos de iniciação na docência: um olhar para o professor-supervisor

Franciane Cristina Toledo Duarte, Ana Luiza de Quadros

Resumo


Uma vez que a construção dos conhecimentos profissionais é evolutiva e progressiva, a inserção de professores em um processo de formação continuada é essencial para a melhoria da prática docente. Os projetos de interação Universidade-Escola contam com a participação do professor-supervisor, mas as investigações envolvendo esse sujeito ainda estão pouco presentes na literatura. Desenvolvemos este trabalho com o objetivo de analisar as ações e o discurso desses professores e, ainda, a possível influência do projeto PIBID/Química na prática de uma amostra de professores. Para isso, selecionamos duas professoras, analisamos as aulas que desenvolvem nas escolas e realizamos entrevista. Observamos práticas embasadas em saberes da experiência, contradições entre os enunciados que fizeram e as ações que desenvolveram em sala de aula, tensões entre o normativo e o subjetivo e, ainda, possibilidades de tornar as contribuições oriundas da participação no projeto PIBID ainda mais significativas.

Palavras-chave


Formação continuada de professores; PIBID; Química; Saberes Docentes

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABELL, S. K. Research on Science Teacher Knowledge. In: ABELL, S. K.; LEDERMAN, N. G. Handbook of Research on Science Education. Mahwah, New Jersey: Lawrence Erbaum Associates, 2007. p. 1105-1151.

ALMEIDA, P. C. A.; BIAJONE, J. Saberes docentes e formação inicial de professores: implicações e desafios para as propostas de formação. Educação e Pesquisa, v. 33, n. 2, p. 281-295, 2007.

AMORIM, N. M.; SILVA, R. A.; PAIVA, D. V. M.; SILVA, M. G. V. Química e Armas Não Letais: Gás Lacrimogênio em Foco. Química Nova na Escola, v. 37, n. 2, p. 88-92, 2015.

ARANTES, A. P. P.; GEBRAN, R. A. Ensino Superior: saberes docentes e prática pedagógica. Interfaces da Educ., v. 6, n. 18, p. 197-218, 2015.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto/Portugal, Porto Editora, 1994.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em Nível Superior, Curso de Licenciatura, de Graduação Plena. Resolução CNE/CP n°1, de 18 de fevereiro de 2002, 2002.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial em Nível Superior (Cursos de Licenciatura, Cursos de Formação Pedagógica para Graduados e Cursos de Segunda Licenciatura) e para a Formação Continuada. Resolução CNE/CP n°2, de 1 de julho de 2015, 2015.

BRASIL. Portaria nº 96, de 18 de julho de 2013. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID. Diário Oficial da União, 2013.

CARDOSO, A. A.; DEL PINO, M. A. B.; DORNELES, C. L. Os saberes profissionais dos Professores na perspectiva de Tardif e Gauthier: contribuições para o campo da pesquisa sobre os saberes docentes no Brasil. In: IX SEMINÁRIO ANPED SUL – 7/8, 2012, Caxias do Sul. Anais... Caxias do Sul, 2012. Disponível em http://www.ucs.br/etc/conferencias/index.php/anpedsul/9anpedsul/schedConf/presentations. Acesso em 09/07/2019.

COSTA-BEBER, L. B.; RITTER, J.; MALDANER, O. A. O Mundo da Vida e o Mundo da Escola: Aproximações com o Princípio da Contextualização na Organização Curricular da Educação Básica. Química Nova na Escola, v. 37, n. especial 1, p. 11-18, 2015.

FERNANDES, C. S.; MARQUES, C. A. Noções de Contextualização nas Questões Relacionadas ao Conhecimento Químico no Exame Nacional do Ensino Médio. Química Nova na Escola, v. 37, n. 4, p. 294-304, 2015

FERREIRA, R. M.; SILVA, E. G. O. Z.; STAPELFELDT, D. A. M. Contextualizando a química com a educação sexual aplicada de forma transdisciplinar nas aulas de biologia. Química Nova na Escola, v. 38, n. 4, p. 342-348, 2016.

GAETE VERGARA, M. Acciones docentes: saberes em pugna. REXE: Revista de Estudios y Experiencias en Educación, v. 10, n. 20, p. 15-34, 2011.

GAUTHIER, C.; MARTINEAU, S.; DESBIENS, J. F.; MALO, A.; SIMARD, D. Por uma Teoria da Pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí, 1998.

GUIMARÃES, C. C.; DORN, R. C. Efeito Estufa Usando Material Alternativo. Revista Química Nova na Escola, v. 37, n. 2, p. 153-157, 2015.

MAGNUSSON, S.; KRAJCIK, J.; BORKO, H. Nature, Sources and Development of Pedagogical Content Knowledge for Science Teaching. In: GESS-NEWSOME, J.; LEDERMAN, N. G. (Org.). Examining Pedagogical Content Knowledge - The Construct and its Implications for Science Education. Drodrecht: Kluwer, 1999. p. 95-132.

MORTIMER, E. F.; MASSICAME, T.; BUTY, C.; TIBERGHIEN. Uma Metodologia para Caracterizar os Gêneros de Discurso como Tipos de Estratégias Enunciativas nas Aulas de Ciências. In NARDI, R. A Pesquisa em Ensino de Ciências no Brasil: alguns recortes. São Paulo: Ed. Escrituras, 2007. p. 53-94.

MORTIMER, E. F.; SCOTT, P. H. Atividade Discursiva nas Salas de Aula de Ciências: Uma Ferramenta Sociocultural para Analisar e Planejar o Ensino. Investigações em Ensino de Ciências, v. 7, n. 3, p. 283-306, 2002.

MORTIMER, E. F.; SCOTT, P. H. Meaning Making in Secondary Science Classroom. Maidenhead: Open University Press/McGraw Hill, 2003.

MORTIMER. E. F.; SCOTT. P. H. Entering and exiting turning points in science classroom. In: ESERA CONFERENCE 2011, 9, 2011, Lion/França. Anais…Lion, 2011. E-BOOK.

MÜNCHEN, S.; ADAIME, M. B.; PERAZOLLI, L. A.; AMANTÉA, B. E.; ZAGHETE, M. Jeans: A Relação Entre Aspectos Científicos, Tecnológicos e Sociais para o Ensino de Química. Química Nova na Escola, v. 37, n. 3, p. 172-179, 2015.

NERY, B. K.; MALDANER, O. A. Formação Continuada de Professores de Química na Elaboração Escrita de Suas Aulas a Partir de um Problema. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 11, s/n, p. 120-144, 2012.

RODRIGUES, J. B. S.; SANTOS, P. M. M.; LIMA, R. S.; SALDANHA, T. C. B.; WEBER, K. C. O milho das comidas típicas juninas: uma sequência didática para a contextualização sociocultural no ensino de Química. Química Nova na Escola, v. 39, n. 2, p. 179-185, 2017.

SANTOS, W. L. P. Contextualização no Ensino de Ciências por Meio de Temas CTS em uma Perspectiva Crítica. Ciência & Ensino, v. 1, n. especial, p. 1-12, 2007.

SCHNETZLER, R. P. Concepções e Alertas Sobre Formação Continuada de Professores de Química. Química Nova na Escola, v. 16, s/n, p. 15-20, 2002.

SHULMAN, L. S. Conocimiento y enseñanza: fundamentos de la nueva reforma. Revista de currículum y formación del profesorado, v. 9, n. 2, p. 1-25, 2005.

SILVA, M. A. N.; QUADROS, A. L. Ensino por Temas: A Qualidade do Ar Auxiliando na Construção de Significados em Química. Química Nova na Escola, v. 38, n. 1, p. 40-46, 2016.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

TARDIF, M. Saberes Profissionais dos Professores e Conhecimentos Universitários. Revista Brasileira de Educação, n. 13, p. 5-24, 2000.

VIGOTSKI, L. S. The genesis of higher mental functions. In: WERTSCH, J.V. (org.). The concept of activity in soviet psychology. Armonk, N.Y.: M.E. Sharpe, 1981. p. 144-188.

WARTHA, E. J; FALJONI-ALÁRIO, A. A Contextualização no Ensino de Química Através do Livro Didático. Química Nova na Escola, v. 22, s/n, p. 42-47, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5007/1982-5153.2019v12n2p349

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.