Uma revisão acerca do uso de textos de divulgação científica no ensino de ciências: inferências e possibilidades

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1982-5153.2021.e67344

Palavras-chave:

Interação, Significação conceitual , Leitura, Mediação, Linguagem

Resumo

O artigo apresenta como temática o uso de Textos de Divulgação Científica (TDC) junto ao Ensino de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (CNT) e objetiva-se qualificar as compreensões acerca das possibilidades e inferências do seu uso em contexto escolar. Para tanto, realizou-se uma revisão bibliográfica na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). O corpus da pesquisa apresentou 24 trabalhos, os quais foram analisados à luz da Análise Textual Discursiva (ATD). Os resultados construídos apontaram duas categorias finais: Interação e Significação Conceitual. Apresenta-se o metatexto da categoria Significação Conceitual, que reitera o uso da Linguagem da Ciência em contexto escolar por meio do TDC, como modo de potencializar a compreensão dos conceitos científicos por meio das diferentes relações estabelecidas. E, por fim, apontamos a necessidade da inserção do diálogo acerca do uso do TDC em diferentes contextos formativos a fim de qualificar o ensino de Ciências.

Biografia do Autor

Camila Carolina Colpo, Universidade Federal da Fronteira Sul

Possui graduação em Química Licenciatura (2017) pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Cerro Largo. Atualmente (2020) é acadêmica do Curso de Mestrado Acadêmico do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) pela mesma instituição, com bolsa de Demanda Social da CAPES. É integrante do Grupo de Pesquisa em ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM) da UFFS, Campus Cerro Largo. É participante do Grupo de Estudos de Leitura Interativa de Textos de Divulgação Científica, financiado pelo CNPq e vinculado ao Curso de Química Licenciatura da UFFS, Campus Cerro Largo e do Programa de Extensão Ciclos Formativos em Ensino de Ciências e Matemática, vinculado ao GEPECIEM.

Judite Scherer Wenzel, Universidade Federal da Fronteira Sul

Possui graduação em Química Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria (2004), mestrado e doutorado em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2007; 2013). É professora adjunto I da Universidade Federal da Fronteira Sul. Professora permanente do Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC). Editora da área de Ensino de Química da Revista Insignare Scientia (RIS). Atuou como coordenadora do Curso de Química Licenciatura de 2013 a 2017. Em 2016 coordenou o PIBID Interdisciplinar e, em 2018/2019 atuou como coordenadora do PIBID Química. Coordena o Grupo de Estudos de Leitura Interativa de Textos de Divulgação Científica. Atua como coordenadora adjunta do Programa de Extensão Ciclos Formativos em Ensino de Ciências e Matemática e como professora colaboradora no PET Ciências. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Ensino de Ciências e Matemáticas (GEPECIEM) da UFFS. Tem experiência na área do Ensino, com ênfase em Ensino de Ciências e Química nos seguintes temas: Educar pela Pesquisa, Formação de Professores, Significação Conceitual, Linguagem Química.

 

 

Referências

ARENGUI, L. E. B. A Divulgação Científica no contexto escolar: o ensino de modelos atômicos a partir da temática de agrotóxicos e as implicações/possibilidades para a formação de alunos do Ensino Médio. Dissertação de mestrado em Educação para a Ciência – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2014.

BATISTELE, M. C. B. Análise de características de textos de divulgação científica da revista Minas Faz Ciência: possibilidades para o ensino de Química. Dissertação de mestrado em ensino de Ciências – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2016.

CARVALHO, P. S. Textos de Divulgação Científica em Livros Didáticos de Ciências: Uma análise à luz da teoria da Transposição Didática. Dissertação de mestrado em Ensino – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Foz do Iguaçu, 2017.

CATANHEDE, S. C. S. Textos da Revista Ciência Hoje como recurso didático: Análise e possibilidades de uso no Ensino Médio de Química. Dissertação de mestrado em ensino de Química - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.

CHAVES, M. A. L. Aprendizagem de química no Ensino na Educação Básica: Uma sequência didática utilizando Textos de Divulgação Científica. Dissertação de mestrado em Ensino na Educação Básica – Universidade Federal do Espírito Santo, Espírito Santo, 2018.

CONCEIÇÃO, A. P. S. O uso de Textos de Divulgação científica sobre nanobiotecnologia: Possibilidades para uma prática interventiva interdisciplinar. Dissertação de mestrado em Ensino de Ciências – Universidade Rural de Pernambuco, Recife, 2016.

CUNHA, M. B., A percepção de Ciência e Tecnologia dos estudantes do Ensino Médio e a divulgação científica. Tese de Doutorado em Educação – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

CUNHA, M. B; GORDAN, M. A divulgação científica na sala de aula: implicações de um gênero. In: CUNHA, M. B., GIORDAN, M. (Orgs). Divulgação Científica na sala de aula: Perspectivas e Possibilidades. Ijuí: Ed. Unijuí, 2015. p. 67- 86

DEMO, P. Educar pela pesquisa. 7. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

DINIZ, N. P. Características da Natureza da Ciência na Revista Ciência Hoje Online. Dissertação de mestrado em ensino de Ciências – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2017.

FATARELI, E. F. Argumentação no Ensino de Química: Textos de Divulgação Científica desencadeando debates. Dissertação de mestrado em ensino de Química - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

FERREIRA, L. N. A., Textos de divulgação Científica para o Ensino de Química: Características e possibilidades. Tese de Doutorado em Ciências - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2012.

FERREIRA, L. N. A., QUEIROZ, S. L. Artigos da revista Ciência Hoje como recurso didático no ensino de química. Química Nova, v. 34, n. 2, p. 354-360, 2011.

FERREIRA, L. N. A.; QUEIROZ, S. L. Textos de Divulgação Científica no Ensino de Ciências: uma revisão. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 1, p.3-31, 2012.

FERREIRA, L. N. A., QUEIROZ, S. L. Utilização de Textos de Divulgação Científica em salas de aula de Química. In: CUNHA, M. B., GIORDAN, M. (Orgs).Divulgação Científica na sala de aula: Perspectivas e Possibilidades. Ijuí: Ed. Unijuí, 2015. p. 131-160

FIORESI, C. A. Textos de Divulgação Científica e as Histórias Em Quadrinhos: Um estudo das interpretações de estudantes do Ensino Médio. Dissertação de mestrado do Programa de Pós Graduação em Educação – Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Cascavel, 2016.

FLÔR, C. C. Na busca de ler para ser nas aulas de Química. Ijuí: Ed Unijuí, 2015.

GOMES, V. B. Divulgação Científica na Formação Inicial de professores de Química. Dissertação de mestrado em Ensino de Ciências – Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2012.

GONTIJO, G. B., Artigos da revista Minas Faz Ciência: a divulgação científica sob o olhar da sociologia da ciência. Dissertação de mestrado em ensino de Ciências – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2016.

LEMKE, J. L., Aprender a hablar ciência: Lenguaje, aprendizaje y valores. 1 ed. Paidós, 1997.

LIMA, G. S., GIORDAN, M.; A divulgação científica em sala de aula: Aportes do planejamento de Ensino entre professores de Ciências. In: CUNHA, M. B., GIORDAN, M. (Orgs). Divulgação Científica na sala de aula: Perspectivas e Possibilidades. Ijuí: Ed. Unijuí, 2015. p. 285-306

LOIOLA, L. Uso de Textos de Divulgação Científica como estratégia de trabalho com temas de Educação em Saúde na escola para Educação de Jovens e Adultos (EJA). Dissertação de mestrado em Ensino de Ciências – Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2013.

LÜDKE, M; ANDRÉ, M. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 2001.

LUNARDI, C., Divulgação do Conhecimento Químico: Feira de Ciências fundamentada na história da diabetes do decorrer Século XX. Dissertação de mestrado em Educação para a Ciência – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2019.

MENEGAT, T. M. C. Textos de Divulgação Científica como solução de problemas visando a aprendizagem significativa dos conceitos de eletricidade no Ensino Médio. Dissertação de mestrado em Ensino de Física – Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, 2007.

MORAES, R., GALIAZZI, M. C., Análise Textual Discursiva. 2 ed. Ijuí- Ed. Unijuí, 2011.

NIGRO, R. G. Textos e leitura na Educação em Ciências: Contribuições para a Alfabetização Científica em seu sentido mais fundamental. Tese de doutorado em Ensino de Ciências e Matemática – Universidade de São Pulo, São Paulo, 2007.

PEZZO, M. R. Ensino de Ciências e Divulgação Científica: Análise das recontextualizações entre as Revistas Carta Capital e Carta na Escola. Dissertação de mestrado em Educação. Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2011.

PRADO, V. A., O gênero de Divulgação Científica: Leitura, ensino e avaliação em classes de terceiro e quinto anos do Ensino Fundamental. Dissertação de mestrado em Educação – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2011.

SANTOS, E. P. O uso de Textos de Divulgação Científica em aulas de Genética na Educação Básica. Dissertação de mestrado em Educação. Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2018.

SILVA, M. J. O ensino de CTS através de Revistas de Divulgação Científica. Dissertação de mestrado em Educação Científica e Tecnológica – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.

SILVA, T. A. L., Formação inicial de professores de Ciências e de Biologia: contribuições da Divulgação Científica. Dissertação de mestrado em ensino de Ciências – Universidade Federal de Brasília, Brasília, 2014.

SOLÉ, I. Estratégias de leitura. 6 ed. Porto Alegre: Penso, 1998.

TEIXEIRA, M. S. Repercussões do uso de analogia e Texto de Divulgação Científica no ensino de calor e temperatura em Nível Médio. Dissertação de mestrado em Ensino de Física – Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, 2010.

TELES, T. P. Z., Educação em saúde e Textos de Divulgação Científica no Contexto Escolar: Um Estudo Bibliográfico. Dissertação de mestrado em ensino de Ciências – Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2018.

TOULMIN, S. E. Os usos do argumento. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

VIGOTSKI, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. 2 ed. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2009.

WENZEL, J. S. A Escrita em Processos Interativos: (Re)significando conceitos e a prática pedagógica em aulas de Química. Curitiba, Appris, 2014.

WENZEL, J. S.; MALDANER, O. A. A significação conceitual pela escrita e reescrita orientada em aulas de química. Química Nova, v. 37, n. 5, p. 908-914, 2014.

WENZEL, J. S.; COLPO, C. C. A leitura de textos de divulgação científica como modo de qualificar o uso da linguagem química no ensino médio. Experiências em Ensino de Ciências, v. 13, n.4, p. 134-143, 2018.

ZAMBONI, L. M. S. Cientistas, jornalistas e a divulgação científica: subjetividade e heterogeneidade no discurso da divulgação científica. Campinas: FAPESP/Editora Autores Associados, 2001.

ZISMANN, J. J., BACH, S. T., WENZEL, J. S. A Leitura de Texto se Divulgação Científica no Ensino de Cinética Química. Revista Insignare Scientia – RIS, .v. 2, n. 1, p. 127- 137, 2019.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-05-21

Edição

Seção

Artigos