Avaliação de instrumento para diagnóstico das atividades dos profissionais de saúde mental: Estudo piloto

Conteúdo do artigo principal

Antonia Regina Ferreira Furegato
Vera Lúcia Mendiondo Osinaga
Sueli Aparecida Frari Galera
Sandra Cristina Pillon

Resumo

Apresentar o perfil, a contextualização e a opinião dos participantes do estudo piloto e apresentar as alterações e ajustes que permitiram aperfeiçoar o instrumento de avaliação das atividades dos profissionais em saúde mental. Pesquisa exploratória. Dados coletados junto a enfermeiros com instrumento para contextualização dos sujeitos, trabalho, políticas, práticas e formação. Aprovado em Comitê de Ética.: Participaram 18 enfermeiros (22 a 41 anos). Observou-se contradição quanto as dificuldades. Nem todos os serviços seguem as políticas oficiais. Observou-se necessidade de acrescentar ao instrumento informações sobre prática dos profissionais e suas opiniões sobre a política de saúde mental. A avaliação deste instrumento permitiu que os pesquisadores revisassem o roteiro considerando dificuldades no preenchimento e análise dos dados.AVALIAÇÃO DE INSTRUMENTO PARA DIAGNÓSTICO DAS ATIVIDADES DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE MENTAL: ESTUDO PILOTO

Detalhes do artigo

Como Citar
FUREGATO, Antonia Regina Ferreira; OSINAGA, Vera Lúcia Mendiondo; GALERA, Sueli Aparecida Frari; PILLON, Sandra Cristina. Avaliação de instrumento para diagnóstico das atividades dos profissionais de saúde mental: Estudo piloto. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 22–37, 2011. DOI: 10.5007/cbsm.v2i3.68447. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/68447. Acesso em: 22 jun. 2024.
Seção
Artigos originais