A experiência da Universidade do Minho promovendo o acesso livre à literatura científica

Eloy Rodrigues

Resumo


Eloy Rodrigues (Diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho) – destacou as políticas de acesso livre das instituições com base no Scientific Council of the European Research Council, que define uma política obrigatória de auto-arquivo em acesso livre.  A expansão da visibilidade das publicações foi exponencial, colocando a universidade do Minho em 1º lugar no ranking  web. Discursou sobre a importância das diretrizes e formas para garantir a interoperabilidade e compatibilidade com os serviços, e ressaltou para que os programadores de plataformas de repositórios incorporem novas funcionalidades em futuras versões.  O Projecto Open Access Infrastructure for Research in Europe trabalha na infraestrutura e mecanismos de suporte para o depósito, identificação, acesso e monitorização dos artigos financiados.


Palavras-chave


Repositórios acesso aberto; Objetos virtuais de aprendizagem

Texto completo:

PDF-A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 2010 Eloy Rodrigues

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)