A função social da leitura da literatura infantil

Autores

  • Clarice Fortkamp Caldin UFSC - Florianópolis - SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2003v8n15p47

Palavras-chave:

Leitura - função social, Literatura infantil - função social, Biblioteca escolar

Resumo

A laicização da literatura, instalada com o Romantismo, muda a concepção da leitura. A aprendizagem da leitura, transformada em prática social e servindo de legitimação da burguesia, possibilita a emancipação da criança e a assimilação dos valores da sociedade. Nos seus primórdios, a literatura infantil tem função formadora, ao apresentar modelos de comportamento com a finalidade de reforçar os valores sociais vigentes. A literatura infantil contemporânea oferece uma nova concepção de texto escrito, aberto a múltiplas leituras, questionamentos e reflexões. A biblioteca escolar desempenha um papel relevante no despertar o gosto pela leitura da literatura infantil. O bibliotecário, consciente de sua função de educador, prioriza a leitura de textos de qualidade que desenvolvam a capacidade crítica da criança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Clarice Fortkamp Caldin, UFSC - Florianópolis - SC

Professora Assistente 3 da Universidade Federal de Santa Catarina.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq"

Downloads

Publicado

2003-01-01

Como Citar

CALDIN, Clarice Fortkamp. A função social da leitura da literatura infantil. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 8, n. 15, p. 47–58, 2003. DOI: 10.5007/1518-2924.2003v8n15p47. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2003v8n15p47. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.