Produção e circulação de livros no Brasil: dos Jesuítas (1550) aos militares (1970)

César Augusto Castro

Resumo


Análise da produção e circulação de livros no Brasil. Discute-se a censura aos livros tendo-se como referente a Ordem dos Jesuítas (1550) e a ação dos militares na década de 70. Trata-se de algumas estratégias para socialização da leitura como a produção dos livros de bolso e a venda de livros em farmácias. Aborda-se o livro didático universitário e a ação da COLTED e papel do INL no sentido de fazerem circular em todo o país livros e criarem-se bibliotecas públicas. Faz-se referência às formas de censura exercidas no Brasil como impeditivas a uma prática leitura crítica, notadamente, o Decreto 1077/71.

Palavras-chave


História do Livro – Brasil; Censura de Livros; Livros Didáticos - Brasil - história; History of books- Brazil; Censorship of books; Didatic books – Brazil – history

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2005v10n20p92



Direitos autorais 2007 César Augusto Castro

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)