Conhecimento, demandas sociais e atuação profissional em informação

Autores

  • Francisco das Chagas de Souza Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2008v13n25pi

Resumo

Há um esforço contínuo da revista Encontros Bibli visando a fornecer aos seus leitores o reflexo, em cada número, de um dado momento do pensamento que é construído em torno da pesquisa em Ciência da Informação e Biblioteconomia. Para isso, este periódico conta com a colaboração dos autores que dirigem seus originais para o exame de seu Conselho e Comissão Editoriais. Da conjugação desses esforços, cada edição nasce e é entregue ao público com o que pareceu de melhor interesse para divulgação. A seleção rigorosa que é feita sobre o material recebido, toma por base critérios gerais que têm por escopo buscar a qualidade contida em cada proposta de artigo. Por essa razão, em Encontros Bibli escrutina-se em cada proposta apresentada como originais de artigo os seguintes aspectos, que constituem critérios relevantes: contribuição para a área de Ciência da Informação; tratamento do tema; qualidade do texto (considerando-se: coerência, clareza, correção gramatical) e qualidade formal da apresentação dos originais (considerando-se, em particular, a aplicação das normas de apresentação de artigo). São critérios de fácil apreensão por parte dos avaliadores e de fácil aplicação no dia-a-dia do processo editorial. Além disso, são de fácil comunicação aos autores, quanto aos resultados da apreciação. Essa facilidade que tais critérios possibilitam não quer dizer, de nenhum modo, que o trabalho de avaliação dos pares, em regime de apreciação cega seja algo simples. Não o é, especialmente pela razão de que duas circunstâncias estão presentes: a – analisa-se originais decorrentes de trabalhos produzidos por membros da mesma comunidade da qual saem os avaliadores e b – os textos aprovados e uma vez publicados retornam, como artigos, para retro-alimentar o processo de trabalho de toda essa mesma comunidade. Então trata-se de uma etapa da atividade acadêmica que contempla duas ordens de responsabilidade: 1) qualificar a produção em desenvolvimento, apreciando o conteúdo e forma resultantes dos estudos e pesquisas realizados em Ciência da Informação; 2) Contribuir para o fortalecimento do diálogo científico nesse campo científico. É dispensável repetir o que já se afirmou em editoriais anteriores, de que a revista Encontros Bibli deve ser vista como instrumento dessa comunidade, como um espaço, com regras conseqüentes, das transações discursivas que tornarão mais denso o pensamento e ação dos Cientistas da Informação. Embora dispensável essa reiteração deve ser feita na medida em que também representa o convite permanente da colaboração de autores e de avaliadores ad hoc com os quais este espaço sempre estará a se renovar. A partir desta edição, todo o material que compõe Encontros Bibli estará disponível exclusivamente na plataforma SEER – Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, que tem origem na Universidade de British Columbia (http://pkp.sfu.ca/ojs/), baseado no software desenvolvido pelo Public Knowledge Project (Open Journal Systems) daquela universidade. O SEER amplia o esforço internacional de fortalecimento do OJS – Open Journal System. Customizado no Brasil pela equipe do IBICT – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, esse sistema vem sendo implantado nos últimos dois anos, alcançando um total de mais de 200 (duzentos) títulos de periódicos, na maioria, de caráter científico. Esse alcance do SEER, ao envolver órgãos de comunicação científica de universidades, com importante participação dos programas de pós-graduação, torna mais visível a produção científica, sua qualidade e as alianças editoriais e autorais com os participantes dos vários campos científicos em todos os segmentos do conhecimento. À propósito, a produção inserida nesta edição está mais que consonante com este momento, seja pelo alcance temático que apresenta, seja pela articulação dos textos de que trata o fascículo. Nitidamente, os quatro artigos iniciais abordam a organização e recuperação do conhecimento em suas facetas cognitivas, filosóficas e éticas; os três artigos seguintes tratam do conhecimento e reconhecimento de demandas sociais que podem de manifestar no comportamento de busca de informação ou na mediação em bibliotecas universitárias, considerando os saberes e práticas culturais e os quatro próximos artigos tratam de aspectos relacionados à formação, educação contínua, práticas profissionais e à influência do capitalismo nesses aspectos relativos à educação e à ação. Por tudo isso, mais uma vez convidamos a todos e a todas a um novo encontro com Encontros Bibli. Prof. Francisco das Chagas de Souza – Editor chagas@cin.ufsc.br ou bibli@cin.ufsc.br Departamento de Ciência da Informação Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação Universidade Federal de Santa Catarina Brasil Florianópolis, Ilha de Santa Catarina, maio de 2008.

Biografia do Autor

Francisco das Chagas de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - Florianópolis, SC

Professor na UFSC, atua nas áreas de Biblioteconomia, Ciência da Informação e Educação.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2008-01-01

Edição

Seção

Editorial