Os docentes de Biblioteconomia, Documentação e Ciência da Informação no Brasil: alguns resultados de estudo exploratório sobre as representações da profissão bibliotecária

Autores

  • Maria Tereza Machado Teles Walter Supremo Tribunal Federal (STF) - DF
  • Sofia Galvão Baptista Universidade de Brasília (UNB) - DF

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2009v14n28p01

Palavras-chave:

Bibliotecários, Librarians, Professores de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Librarian and Information Science Teachers, Formação profissional, Professional education

Resumo

 

As representações da profissão bibliotecária são analisadas sob a perspectiva dos docentes, em estudo exploratório. Os dados parciais apresentados refletem a opinião dos entrevistados acerca de sua percepção dos alunos, do curso, da profissão e dos organismos representativos dos bibliotecários. De modo geral, os professores manifestaram que os alunos não entram nos cursos por vocação, são originários de classes socioeconômicas menos favorecidas, possuem formação básica frágil e não estão interessados na carreira, mas somente no diploma. Apontaram problemas decorrentes da forma como são conduzidos os cursos, do modo como alguns professores atuam e de como trabalham para que os alunos adquiram conhecimentos e mudem suas atitudes.

Biografia do Autor

Maria Tereza Machado Teles Walter, Supremo Tribunal Federal (STF) - DF

Bibliotecária do Supremo Tribunal Federal, atua na Seção de Referencia e Empréstimo. Doutora em Ciência da Informação e Documentação pela Universidade de Brasília-UnB.

Sofia Galvão Baptista, Universidade de Brasília (UNB) - DF

Doutora em Ciência da Informação, UnB Professor Adjunto 4 do Departamento de Ciência da Informação e Documentação, UnB Líder do Grupo de Pesquisa Mercado de Trabalho do Profissional da Informação sofiag@unb.br

Downloads

Publicado

2009-10-22

Edição

Seção

Artigo