Inovação e concorrência em serviços de informação acadêmica: de Eugene Garfield ao google scholar

Autores

  • Eduardo Beira Universidade do Minho (UMinho)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2010v15nesp2p132

Palavras-chave:

Inovação empresarial, Inovação disruptiva, Modelos de ciência, Mercados de serviços – informação, Análise de citações

Resumo

Discutem-se os processos de inovação envolvidos, desde a luta empreendedora de Eugene Garfield e do ISI Institute for Scientific Information nos últimos 40 anos até meados dos anos 90, e as mudanças que a entrada do Google Scholar tem provocado com o seu modelo de negócio baseado num mecanismo de inovação disruptiva. Os processos de inovação envolvidos são discutidos com base em modelos sociais de inovação empresarial. Apresenta‑se evidência empírica comparando resultados de procuras no ISI/WoS e no Google Scholar, que mostram o efeito de legacy da arquitectura de dados do ISI/WoS e que mostram que nenhum deles é perfeito. Ambos subestimam o número real de citações, e, para os casos apresentados, as citações únicas das duas origens são dominantes. Discute-se o significado das actuais “guerras das citações” como uma continuação das anteriores “guerras das ciências” e como uma continuação da permanente procura do significado e fundamento para o conhecimento científico e para a actividade académica. Argumentamos que o modelo aberto e dinâmico do Google Scholar é muito mais coerente com a realidade, e permite uma visão mais completa dos múltiplos processos envolvidos na actividade científica e académica – algo que tem importantes implicações sobre as políticas para o sector.

Downloads

Publicado

2010-11-23

Como Citar

Beira, E. (2010). Inovação e concorrência em serviços de informação acadêmica: de Eugene Garfield ao google scholar. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, (2. sem.), 132-163. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2010v15nesp2p132