A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a 2007

Autores

  • Ronaldo Ferreira Araújo Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Lidia Alvarenga Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16n31p51

Palavras-chave:

Bibliometria, Teses, Dissertações

Resumo

A bibliometria, como área de estudo da ciência da informação, tem um papel relevante na análise da produção científica de um país, uma vez que seus indicadores retratam o grau de desenvolvimento de uma área do conhecimento. O artigo verifica a inserção dos estudos bibliométricos na pesquisa científica da pós-graduação no Brasil a partir da analise de teses e dissertações que abordaram em seus estudos aspectos da abordagem bibliométrica. Foram analisados 82 trabalhos que abrangem o período de 1987 até 2007, chegou-se a esse universo após levantamento junto ao Banco de Teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Trata-se de um estudo de método quantitativo-descritivo, no qual verifica-se o uso da bibliometria a partir das variáveis: ano, instituição, região geográfica, nível (mestrado ou doutorado), área do conhecimento e orientação. Os resultados apontam uma retomada mais do que significativa no estudo da temática, tendo 2007 como o ano de maior produção. Revela ainda uma multiplicidade na produção que releva o interesse pela abordagem bibliométrica por várias áreas do conhecimento, ensejando análises sobre a interdisciplinaridade entre ciência da informação e outros campos de conhecimento.

Biografia do Autor

Ronaldo Ferreira Araújo, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

http://lattes.cnpq.br/3328212638040851

Lidia Alvarenga, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

http://lattes.cnpq.br/9205421345814071

Downloads

Publicado

2011-03-15

Edição

Seção

Artigo