Produção do Conhecimento sobre o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas – SEER no Brasil nos anos de 2003 a 2010

Autores

  • Maria Helena Machado de Moraes Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Angélica Conceição Dias Miranda Universidade Federal do Rio Grande - FURG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16n32p27

Palavras-chave:

Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, SEER, Open Journal System, OJS, Acesso aberto, Brasil

Resumo

O processo de editoração das produções científicas beneficia-se na contemporaneidade com a editoração eletrônica. Agiliza o processo, reduz custos e divulga mundialmente as publicações científicas das instituições. No Brasil foi disponibilizado pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciências e Tecnologia - IBICT, o Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas – SEER cujo propósito é colaborar para a disseminação do conhecimento produzido. O objetivo principal deste estudo é avaliar a produção do conhecimento sobre o SEER no Brasil nos anos de 2003 a 2010, busca investigar, analisar, descrever e apresentar quantitativamente os resultados encontrados. A pesquisa foi realizada nas revistas eletrônicas de Biblioteconomia que utilizam o sistema para disponibilizar suas publicações. A referida plataforma é vista como um gerenciador de publicações científicas faz da tecnologia uma ferramenta para suas propostas, tornando-se valioso para visibilidade das publicações científicas no Brasil.

Biografia do Autor

Maria Helena Machado de Moraes, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Bacharel em Biblioteconomia. Aluna do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde - Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Angélica Conceição Dias Miranda, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Doutora em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Professora do Instituto de Ciências Humanas e da Informação, Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Downloads

Publicado

2011-10-03

Edição

Seção

Artigo