Políticas arquivísticas e suas implicações na preservação, no acesso e no uso dos documentos

Rose Tenório de Oliveira

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16nesp1p60

Este estudo propõe discutir as implicações que a inexistência de políticas arquivísticas pode ter na preservação de acervos documentais. Leva em consideração que a preservação documental tem como objetivo garantir o acesso e o uso dos documentos, uma vez que o manuseio incorreto durante uma pesquisa é um dos vários fatores degradantes que afetam os acervos. Procura elencar tanto as dificuldades existentes nesse campo, quanto explicar que a preservação documental consiste em um trabalho de gestão onde o que está em jogo é o planejamento para definição de prioridades de ação.


Palavras-chave


Preservação Documental; Políticas de arquivo; Acesso; Uso; Arquivologia

Texto completo:

PDF-A


DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16nesp1p60



Direitos autorais 2011 Rose Tenório de Oliveira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)