Políticas arquivísticas e suas implicações na preservação, no acesso e no uso dos documentos

Autores

  • Rose Tenório de Oliveira FIOCRUZ

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16nesp1p60

Palavras-chave:

Preservação Documental, Políticas de arquivo, Acesso, Uso, Arquivologia

Resumo

Este estudo propõe discutir as implicações que a inexistência de políticas arquivísticas pode ter na preservação de acervos documentais. Leva em consideração que a preservação documental tem como objetivo garantir o acesso e o uso dos documentos, uma vez que o manuseio incorreto durante uma pesquisa é um dos vários fatores degradantes que afetam os acervos. Procura elencar tanto as dificuldades existentes nesse campo, quanto explicar que a preservação documental consiste em um trabalho de gestão onde o que está em jogo é o planejamento para definição de prioridades de ação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rose Tenório de Oliveira, FIOCRUZ

Arquivista. FIOCRUZ. Especialista em Organização,
Planejamento e Direção de Arquivos pelo convênio UFF/AN.

Downloads

Publicado

2011-01-01

Como Citar

OLIVEIRA, Rose Tenório de. Políticas arquivísticas e suas implicações na preservação, no acesso e no uso dos documentos. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], p. 60–75, 2011. DOI: 10.5007/1518-2924.2011v16nesp1p60. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2011v16nesp1p60. Acesso em: 22 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.