Rede virtual de comunicação da informação na perspectiva do regime de informação

Autores

  • Luiz Antonio Dias Leal Embrapa Gado de Corte
  • Isa Freire Universidade Federal da Paraíba
  • Rosali Fernandez de Souza Instituto Brasileiro de Informações em Ciência e Tecnologia

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p1

Palavras-chave:

Política de informação, Regime de informação, Rede virtual de comunicação da informação, Boas Práticas Agropecuárias, Embrapa

Resumo

Apresenta os resultados de pesquisa que utiliza o conceito de ‘regime de informação’ de González de Gómez com o objetivo de identificar elementos e atores dentro do domínio de uma rede virtual de comunicação da informação. A pesquisa foi desenvolvida no âmbito do Programa Boas Práticas Agropecuárias – Bovinos de Corte da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA, que tem por finalidade tornar os sistemas de produção de bovinos de corte mais rentáveis e competitivos, assegurando a oferta de alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis. A partir da identificação dos elementos do ‘regime de informação’, sugere-se a formação de uma micropolítica informacional para regulamentar a produção de conteúdo da rede virtual constituída pelos atores sociais, dispositivos, informação e ações de informação.

Biografia do Autor

Luiz Antonio Dias Leal, Embrapa Gado de Corte

Mestre em Ciência da Informação pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia - Convência IBICT/UFF (2009). Graduado em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda pela Universidade Católica Dom Bosco (1999). Atualmente é Analista A da Embrapa Gado de Corte. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Gestão e Tecnologia da Informação, Regime de Informação e Redes Virtuais de Comunicação da Informação.

Referências

DELAIA, Cláudia Regina. Subsídios para uma política de gestão da informação da Embrapa Solos: à luz do Regime de Informação, 2008. 137 f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia)–Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2008.

FREIRE, G. H. de A. O trabalho de informação na sociedade do aprendizado contínuo. Informação & Sociedade, v. 17, n. 3, p. 39-45, set./dez. 2007.

FREIRE, I. M. A responsabilidade social da Ciência da Informação e/ou o olhar da consciência possível sobre o campo científico. 2001. Tese (Doutorado em

Ciência da Informação)-Instituto Brasileiro de Ciência e Tecnologia, Universidade

Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M. N. Escopo e abrangência da Ciência da Informação e a pós-graduação na área: anotações para uma reflexão. Transinformação, Campinas, v. 15, n. 1, p. 31-43, jan./abr. 2003a.

____. Novos cenários políticos para a informação. Ciência da Informação, Brasília, D.F., v. 31, n. 1, p. 27-40, jan./abr. 2002.

SOUZA, T. W. de; BOOCK, A. Negócio Embrapa Gado de Corte: conhecimento,

tecnologia, serviços. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2000. 35

p. (Embrapa Gado de Corte. Documentos, 101).

UNGER, R. J. G. Regimes de informação na sociedade da informação: uma contribuição para a gestão da informação. 2006. 108 f. Dissertação (Mestradoem Ciência e Tecnologia)– Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia, Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2006.

VALLE, E. R. Manual de boas práticas agropecuárias: bovinos de corte. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2006. 82 p.

WERSIG, Gernot & NEVELING, Ulrich. The phenomena of interesting to

information science. Information Scientist, v.9, n.4, p. 127-140, Dec. 1975.

Downloads

Publicado

2013-08-13

Edição

Seção

Artigo