O comportamento informacional nos canais informais de comunicação por meio da oralidade

Autores

  • Fernanda Mecking Arantes Universidade Estadual de Londrina
  • Fernando Cruz Lopes Universidade Estadual de Londrina
  • Linete Bartalo Universidade Estadual de Londrina
  • Sueli Bortolin Universidade Estadual de Londrina
  • Carlos Alberto de Ávila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p265

Palavras-chave:

Comportamento informacional, Oralidade, Compartilhamento do conhecimento científico, Comunicação científica, Mediação da informação

Resumo

O artigo trata dos processos orais na comunicação científica discutidos como formas de mediação dos saberes e agente de mudanças no comportamento informacional. Analisa a importância da efetivação da comunicação para o andamento da ciência. Define os conceitos envolvidos de forma a entender como ocorrem na comunicação científica. Exemplifica as formas informais de comunicação, corroborando para criar senso científico, aspecto esse pouco abordado na academia. Apresenta um esquema que delimita fatores determinantes e presentes na difusão oral de mensagens. Corrobora para o entendimento da comunicação científica informal para mudanças no comportamento informacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Mecking Arantes, Universidade Estadual de Londrina

Mestranda em Ciência da Informação no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina.

Fernando Cruz Lopes, Universidade Estadual de Londrina

Mestrando em Ciência da Informação no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina.

Linete Bartalo, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação pela UNESP de Marília. Professora do PPGCI-UEL.

Sueli Bortolin, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Ciência da Informação pela UNESP de Marília. Professora do PPGCI-UEL.

Carlos Alberto de Ávila Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Ciência da Informação pela UFMG. Professor do PPGCI-UFMG.

Referências

ALVES, A. Comunicação e intencionalidade. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 5., Braga, 2007. Comunicação e cidadania: atas. Braga: Universidade do Minho, 2008. Disponível em: <http://www.lasics.uminho.pt/ojs/index.php/5sopcom/article/view/102/103>. Acesso em: 5 dez. 2012.

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION [ALA]. Presidential committee on information literacy: final report. Chicago, 1989. 8p. Disponível em:

<http://wwa.ala.org/ala/acrl/acrlstandards/informationliteracycompetency.htm>. Acesso em: 18 out. 2012.

BACCEGA, M. A. Recepção: nova perspectiva nos estudos de comunicação. Comunicação & Educação, São Paulo, n.12, p. 7-16, maio/ago. 1998. Disponível em: <http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/comeduc/article/view/4071/3822>. Acesso em: 13 dez. 2012.

BAKHTIN, M. M. Marxismo e filosofia da linguagem. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1988.

BELKIN, N. Anomalous state of knowledge as a basis for information retrieval. Canadian Journal of Information Science, n. 5, p. 133-143, 1980.

BERGER, C. A pesquisa em comunicação na América Latina. In: HOHLFELDT, A.; FRANÇA, V.; MARTINHO, L. C. (Orgs.). Teoria da comunicação: conceitos, escolas e tendências. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

BETTO, F. Alteridade. Projeto Revoluções. São Paulo, SESC, 2012. Disponível em: <http://revolucoes.org.br/v1/sites/default/files/alteridade.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2012.

BORTOLIN, Sueli. Mediação oral da literatura: a voz dos bibliotecários lendo ou narrando. 2010. 232 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, 2010. Disponível em: <http://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/bortolin_s_do_mar.pdf>. Acesso em: 07 jul. 2012.

BRETON, P. A manipulação da palavra. São Paulo: Loyola, 1997.

BUBNOVA, T. Voz, sentido e diálogo em Bakhtin. Acta Poética, v.3, n.6, 2. Sem. 2011, p. 268-280. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2012.

CAMPELLO, B. S.; CÉNDON, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000. Disponível em: <http://books.google.com.br/books?id=GbPc-E5WQHAC&lpg=PP1&hl=pt-BR&pg=PA5#v=onepage&q&f=false>. Acesso em: 25 out. 2012.

CARIBÉ, Y. J. A. Comunicação boca a boca: processos de transmissão e recepção. 102 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4054>. Acesso em: 27 set. 2012.

CHOO, C. W. Como ficamos sabendo: um modelo de uso da informação. In: ______. A organização do conhecimento. 2. ed. São Paulo: Senac, 2006. P. 63-120.

COURTRIGHT, C. Context in information behavior research. Annual Review of Information Science and Technology, v. 41, p. 273-306, 2007. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/aris.2007.1440410113/pdf>. Acesso em: 18 out. 2012.

DAVALLON, J. A mediação: comunicação em processo? Revista Prisma.com

– Revista de Ciências da Informação e da Comunicação do CETAC, n. 11, jul.

Disponível em: <http://prisma.cetac.up.pt/A_mediacao_a_comunicacao

_em_processo.pdf>. Acesso em: 11 set. 2012.

DAVENPORT, Thomas H. Cultura e comportamento em relação à informação. In: ______. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998. P. 108-139.

DICIONÁRIO eletrônico Houaiss da língua portuguesa 2009.3. [São Paulo]: Objetiva, 2009. CD-ROM.

DIEP, K. C.; NAHL, D. Information literacy instruction in four Vietnamese university libraries. The International Information & Library Review, v. 43, n. 4, p. 198-206, dez. 2011. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S105723171100052X>. Acesso em: 12 jan. 2013.

DUDZIAK, E. A. Os faróis da sociedade da informação: uma análise crítica sobre a situação da competência em informação no Brasil. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.18, n.2, p.41-53, maio/ago. 2008. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/1704/2109>. Acesso em: 16 ago. 2012.

______. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 1, p. 23-35, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/123>. Acesso em: 22 nov. 2012.

FOUCAULT. M. Ditos e escritos III. São Paulo: Forense Universitária, 2006.

GAMA, C. M. A. Processo decisório: características da comunicação. Administradores.com . Disponível em: <http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/processo-decisorio-caracteristicas-da-comunicacao/20255/>. Acesso em: 27 set. 2012.

GASQUE, K. C. G. D.; COSTA, S. M. S. Evolução teórico-metodológica dos estudos de. Ci. Inf., Brasília, v. 39, n. 1, p.21-32, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1206>. Acesso em: 14 set. 2012.

HARVEY, D. Condição Pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 2008.

HATSCHBACH, M. H. L.; OLINTO, G. Competência em informação: caminhos percorridos e novas trilhas. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, Nova Série, São Paulo, v.4, n.1, p. 20-34, jan./jun. 2008. Disponível em: <http://issuu.com/necfci-unb/docs/letramento_informacional>. Acesso em: 13 out. 2012.

LÉVY, P. A metáfora do hipertexto. In:______. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Ed. 34, 1993. p. 21-74.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1999.

MELO, A. V. C.; ARAÚJO, E. A. Competência informacional e gestão do conhecimento: uma relação necessária no contexto da sociedade da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 2, p.185-201, maio/ago. 2007. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/49>. Acesso em: 14 set. 2012.

MESCHONNIC, H. Linguagem: ritmo e vida. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2006. Disponível em: <http://www.letras.ufmg.br/site/publicacoes/download/linguagemritmo-site.pdf>. Acesso em: 30 set. 2012.

MEYER, J.; LAND, R. Threshold concepts and troublesome knowledge:

linkages to ways of thinking and practising within the disciplines. Enhancing

Teaching-Learning Environments in Undergraduate Courses, Edimburgo, número especial 4, p. 1-12, maio. 2003. Disponível em: <http://www.etl.tla.ed.ac.uk/docs/ETLreport4.pdf>. Acesso em: 29 jan. 2013.

MCGARRY, K. O contexto dinâmico da informação: uma análise introdutória. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 1999.

ONG, W. A oralidade e cultura escrita. Campinas: Papirus, 1998.

PEDRINI, A. G. O cientista brasileiro é avaliado? São Carlos: RiMa, 2005.

RENDÓN ROJAS, M. A.; HERNÁNDEZ SALAZAR, P. Sense-making: ¿metateoría, metodología o heurística? Investigación Bibliotecológica, México, v. 24, n. 50, p.61-81, enero/abril, 2010. Disponível em: <http://132.248.242.3/~publica/archivos/50/ibi002305004.pdf>. Acesso em: 07 out. 2012.

SANTAELLA, L.; NÖTH, W. Comunicação e semiótica. São Paulo: Hacker Ed., 2004.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis: UFSC, 2005. Disponível em: <http://www.comvibra.com.br>. Acesso em: 25 out. 2012.

SOUSA. M. W. Recepção e comunicação: a busca do sujeito. In: ________. (Org.). Sujeito, o lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, 2002. p. 13-38.

STUMPF, I. R. S. Passado e futuro das revistas científicas. Ciência da Informação. Brasília, v. 25, n. 3, p. 383-386, 1996. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/viewFile/463/422>. Acesso em: 7 dez. 2012.

TARGINO, M. G. Comunicação científica: uma revisão de seus elementos

básicos. Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 10, n. 2, p. 37-85, 2000. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/ article/view/326/248>. Acesso em: 14 set. 2012.

VELHO, L. Avaliação do desempenho científico. Cadernos USP, p. 22-40, 1986.

WESTON, A. Las Claves de la Argumentación. Barcelona: Ariel, 1994.

WILSON, T. D. Models in information Behavior research. Journal of Documentation, Londres, v. 55, n. 3, 1999. Disponível em: <http://informationr.net/tdw/publ/papers/1999JDoc.html>. Acesso em: 25 jan. 2013

ZUMTHOR, P. Introdução à poesia oral. Rio de Janeiro: Ed. UFMG, 2010.

______. A letra e a voz: a “literatura” medieval. São Paulo: Schwarcz, 2001.

______. Performance, recepção, leitura. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Downloads

Publicado

2013-08-13

Como Citar

ARANTES, Fernanda Mecking; LOPES, Fernando Cruz; BARTALO, Linete; BORTOLIN, Sueli; ARAÚJO, Carlos Alberto de Ávila. O comportamento informacional nos canais informais de comunicação por meio da oralidade. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 18, n. 37, p. 265–282, 2013. DOI: 10.5007/1518-2924.2013v18n37p265. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2013v18n37p265. Acesso em: 20 abr. 2024.

Edição

Seção

Ensaios

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.