O comportamento informacional nos canais informais de comunicação por meio da oralidade

Autores

  • Fernanda Mecking Arantes Universidade Estadual de Londrina
  • Fernando Cruz Lopes Universidade Estadual de Londrina
  • Linete Bartalo Universidade Estadual de Londrina
  • Sueli Bortolin Universidade Estadual de Londrina
  • Carlos Alberto de Ávila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n37p265

Palavras-chave:

Ciência da Informação, Comportamento informacional, Oralidade, Compartilhamento do conhecimento científico, Comunicação científica, Mediação da informação.

Resumo

O artigo trata dos processos orais na comunicação científica discutidos como formas de mediação dos saberes e agente de mudanças no comportamento informacional. Analisa a importância da efetivação da comunicação para o andamento da ciência. Define os conceitos envolvidos de forma a entender como ocorrem na comunicação científica. Exemplifica as formas informais de comunicação, corroborando para criar senso científico, aspecto esse pouco abordado na academia. Apresenta um esquema que delimita fatores determinantes e presentes na difusão oral de mensagens. Corrobora para o entendimento da comunicação científica informal para mudanças no comportamento informacional.

Biografia do Autor

Fernanda Mecking Arantes, Universidade Estadual de Londrina

Mestranda em Ciência da Informação no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina.

Fernando Cruz Lopes, Universidade Estadual de Londrina

Mestrando em Ciência da Informação no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina.

Linete Bartalo, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Educação pela UNESP de Marília. Professora do PPGCI-UEL.

Sueli Bortolin, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Ciência da Informação pela UNESP de Marília. Professora do PPGCI-UEL.

Carlos Alberto de Ávila Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Ciência da Informação pela UFMG. Professor do PPGCI-UFMG.

Referências

ALVES, A. Comunicação e intencionalidade. In: CONGRESSO DA ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 5., Braga, 2007. Comunicação e cidadania: atas. Braga: Universidade do Minho, 2008. Disponível em: <http://www.lasics.uminho.pt/ojs/index.php/5sopcom/article/view/102/103>. Acesso em: 5 dez. 2012.

AMERICAN LIBRARY ASSOCIATION [ALA]. Presidential committee on information literacy: final report. Chicago, 1989. 8p. Disponível em:

<http://wwa.ala.org/ala/acrl/acrlstandards/informationliteracycompetency.htm>. Acesso em: 18 out. 2012.

BACCEGA, M. A. Recepção: nova perspectiva nos estudos de comunicação. Comunicação & Educação, São Paulo, n.12, p. 7-16, maio/ago. 1998. Disponível em: <http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/comeduc/article/view/4071/3822>. Acesso em: 13 dez. 2012.

BAKHTIN, M. M. Marxismo e filosofia da linguagem. 4. ed. São Paulo: Hucitec, 1988.

BELKIN, N. Anomalous state of knowledge as a basis for information retrieval. Canadian Journal of Information Science, n. 5, p. 133-143, 1980.

BERGER, C. A pesquisa em comunicação na América Latina. In: HOHLFELDT, A.; FRANÇA, V.; MARTINHO, L. C. (Orgs.). Teoria da comunicação: conceitos, escolas e tendências. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

BETTO, F. Alteridade. Projeto Revoluções. São Paulo, SESC, 2012. Disponível em: <http://revolucoes.org.br/v1/sites/default/files/alteridade.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2012.

BORTOLIN, Sueli. Mediação oral da literatura: a voz dos bibliotecários lendo ou narrando. 2010. 232 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, 2010. Disponível em: <http://www.marilia.unesp.br/Home/Pos-Graduacao/CienciadaInformacao/Dissertacoes/bortolin_s_do_mar.pdf>. Acesso em: 07 jul. 2012.

BRETON, P. A manipulação da palavra. São Paulo: Loyola, 1997.

BUBNOVA, T. Voz, sentido e diálogo em Bakhtin. Acta Poética, v.3, n.6, 2. Sem. 2011, p. 268-280. Disponível em: . Acesso em: 18 dez. 2012.

CAMPELLO, B. S.; CÉNDON, B. V.; KREMER, J. M. (Org.). Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000. Disponível em: <http://books.google.com.br/books?id=GbPc-E5WQHAC&lpg=PP1&hl=pt-BR&pg=PA5#v=onepage&q&f=false>. Acesso em: 25 out. 2012.

CARIBÉ, Y. J. A. Comunicação boca a boca: processos de transmissão e recepção. 102 f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Comunicação e Semiótica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=4054>. Acesso em: 27 set. 2012.

CHOO, C. W. Como ficamos sabendo: um modelo de uso da informação. In: ______. A organização do conhecimento. 2. ed. São Paulo: Senac, 2006. P. 63-120.

COURTRIGHT, C. Context in information behavior research. Annual Review of Information Science and Technology, v. 41, p. 273-306, 2007. Disponível em: <http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/aris.2007.1440410113/pdf>. Acesso em: 18 out. 2012.

DAVALLON, J. A mediação: comunicação em processo? Revista Prisma.com

– Revista de Ciências da Informação e da Comunicação do CETAC, n. 11, jul.

Disponível em: <http://prisma.cetac.up.pt/A_mediacao_a_comunicacao

_em_processo.pdf>. Acesso em: 11 set. 2012.

DAVENPORT, Thomas H. Cultura e comportamento em relação à informação. In: ______. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 1998. P. 108-139.

DICIONÁRIO eletrônico Houaiss da língua portuguesa 2009.3. [São Paulo]: Objetiva, 2009. CD-ROM.

DIEP, K. C.; NAHL, D. Information literacy instruction in four Vietnamese university libraries. The International Information & Library Review, v. 43, n. 4, p. 198-206, dez. 2011. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S105723171100052X>. Acesso em: 12 jan. 2013.

DUDZIAK, E. A. Os faróis da sociedade da informação: uma análise crítica sobre a situação da competência em informação no Brasil. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.18, n.2, p.41-53, maio/ago. 2008. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/1704/2109>. Acesso em: 16 ago. 2012.

______. Information literacy: princípios, filosofia e prática. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 1, p. 23-35, jan./abr. 2003. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/123>. Acesso em: 22 nov. 2012.

FOUCAULT. M. Ditos e escritos III. São Paulo: Forense Universitária, 2006.

GAMA, C. M. A. Processo decisório: características da comunicação. Administradores.com . Disponível em: <http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/processo-decisorio-caracteristicas-da-comunicacao/20255/>. Acesso em: 27 set. 2012.

GASQUE, K. C. G. D.; COSTA, S. M. S. Evolução teórico-metodológica dos estudos de. Ci. Inf., Brasília, v. 39, n. 1, p.21-32, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/1206>. Acesso em: 14 set. 2012.

HARVEY, D. Condição Pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 2008.

HATSCHBACH, M. H. L.; OLINTO, G. Competência em informação: caminhos percorridos e novas trilhas. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, Nova Série, São Paulo, v.4, n.1, p. 20-34, jan./jun. 2008. Disponível em: <http://issuu.com/necfci-unb/docs/letramento_informacional>. Acesso em: 13 out. 2012.

LÉVY, P. A metáfora do hipertexto. In:______. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. São Paulo: Ed. 34, 1993. p. 21-74.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 1999.

MELO, A. V. C.; ARAÚJO, E. A. Competência informacional e gestão do conhecimento: uma relação necessária no contexto da sociedade da informação. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 12, n. 2, p.185-201, maio/ago. 2007. Disponível em: <http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/49>. Acesso em: 14 set. 2012.

MESCHONNIC, H. Linguagem: ritmo e vida. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2006. Disponível em: <http://www.letras.ufmg.br/site/publicacoes/download/linguagemritmo-site.pdf>. Acesso em: 30 set. 2012.

MEYER, J.; LAND, R. Threshold concepts and troublesome knowledge:

linkages to ways of thinking and practising within the disciplines. Enhancing

Teaching-Learning Environments in Undergraduate Courses, Edimburgo, número especial 4, p. 1-12, maio. 2003. Disponível em: <http://www.etl.tla.ed.ac.uk/docs/ETLreport4.pdf>. Acesso em: 29 jan. 2013.

MCGARRY, K. O contexto dinâmico da informação: uma análise introdutória. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 1999.

ONG, W. A oralidade e cultura escrita. Campinas: Papirus, 1998.

PEDRINI, A. G. O cientista brasileiro é avaliado? São Carlos: RiMa, 2005.

RENDÓN ROJAS, M. A.; HERNÁNDEZ SALAZAR, P. Sense-making: ¿metateoría, metodología o heurística? Investigación Bibliotecológica, México, v. 24, n. 50, p.61-81, enero/abril, 2010. Disponível em: <http://132.248.242.3/~publica/archivos/50/ibi002305004.pdf>. Acesso em: 07 out. 2012.

SANTAELLA, L.; NÖTH, W. Comunicação e semiótica. São Paulo: Hacker Ed., 2004.

SILVA, E. L.; MENEZES, E. M. Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis: UFSC, 2005. Disponível em: <http://www.comvibra.com.br>. Acesso em: 25 out. 2012.

SOUSA. M. W. Recepção e comunicação: a busca do sujeito. In: ________. (Org.). Sujeito, o lado oculto do receptor. São Paulo: Brasiliense, 2002. p. 13-38.

STUMPF, I. R. S. Passado e futuro das revistas científicas. Ciência da Informação. Brasília, v. 25, n. 3, p. 383-386, 1996. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/viewFile/463/422>. Acesso em: 7 dez. 2012.

TARGINO, M. G. Comunicação científica: uma revisão de seus elementos

básicos. Informação e Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 10, n. 2, p. 37-85, 2000. Disponível em: <http://www.ies.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/ article/view/326/248>. Acesso em: 14 set. 2012.

VELHO, L. Avaliação do desempenho científico. Cadernos USP, p. 22-40, 1986.

WESTON, A. Las Claves de la Argumentación. Barcelona: Ariel, 1994.

WILSON, T. D. Models in information Behavior research. Journal of Documentation, Londres, v. 55, n. 3, 1999. Disponível em: <http://informationr.net/tdw/publ/papers/1999JDoc.html>. Acesso em: 25 jan. 2013

ZUMTHOR, P. Introdução à poesia oral. Rio de Janeiro: Ed. UFMG, 2010.

______. A letra e a voz: a “literatura” medieval. São Paulo: Schwarcz, 2001.

______. Performance, recepção, leitura. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Downloads

Publicado

2013-08-13

Edição

Seção

Ensaio