Fluxos de informação que subsidiam o processo de inteligência competitiva

Marta Lígia Pomim Valentim, Juliete Susann Ferreira de Souza

Resumo


Os fluxos de informação são responsáveis pela dinâmica e pela interação entre os diversos setores da organização e entre os indivíduos que nela atuam. Por meio do mapeamento realizado nos ambientes internos e externos da organização, é possível evidenciar as necessidades informacionais dos sujeitos organizacionais, uma vez que dependem de dados, informação e conhecimento para desempenhar suas ações no ambiente corporativo. Para atender as necessidades de informação dos sujeitos organizacionais é preciso gerenciar os fluxos informacionais existentes, de que forma se possam se estabelecer e transitar eficientemente no ambiente organizacional. Defende-se que os ambientes e os fluxos informacionais existentes em uma organização, subsidiam o processo de inteligência competitiva organizacional, uma vez que são insumos para a tomada de decisão e possibilitam o planejamento e execução de ações de curto, médio e longo prazo.


Palavras-chave


Fluxos de Informação; Gestão da Informação; Gestão do Conhecimento; Processo Decisório; Inteligência Competitiva; Ambientes de Informação

Texto completo:

PDF-A

Referências


ALVARENGA NETO, R. C. D. Gestão do conhecimento em organizações: proposta de mapeamento conceitual integrativo. São Paulo: Saraiva, 2008. 236p.

ALVARENGA NETO, R. C. D. de; BARBOSA, R. R.; PEREIRA, H. J. Gestão do conhecimento ou gestão de organizações da era do conhecimento?:um ensaio teórico-prático a partir de intervenções na realidade brasileira. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.12, n.1, p.5-24, jan./abr. 2007. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2012.

ANGELONI, M. T. (Org.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. 2.ed. São Paulo: Saraiva, 2008. 363p.

BARBOSA, R. R. Gestão da informação e do conhecimento: origens, polêmicas e perspectivas. Informação & Informação, Londrina (PR), v.13, n.esp., p.1-25, 2008. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2011.

BARBOSA, R. R.; SEPÚLVEDA, M. I. M.; COSTA, M. U. P. Gestão da informação e do conhecimento na era do compartilhamento e da colaboração. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.19, n.2, p.13-24, maio/ago. 2009. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2011.

CAIXETA, M. L. A decisão como resultado de um processo social da informação compartilhada. Informação & Informação, Londrina (PR), v.13, n.1, p.81-104, ago./dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2012.

CÂNDIDO, C. A.; VALENTIM, M. L. P.; CONTANI, M. L. Gestão estratégica da informação: semiótica aplicada ao processo de tomada de decisão. DataGramaZero, Rio de Janeiro, v.6, n.3, p.1-19, jun. 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2012.

CAPUANO, E. A.; CASAES, J.; COSTA, J. R. Inteligência competitiva e suas conexões epistemológicas com gestão da informação e do conhecimento. Ciência da Informação,Brasília, v.38, n.2, p.19-34, maio/ago, 2009. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2013.

CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos. 2.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

DAVENPORT, T.; PRUSAK, L. Ecologia da informação: por que só a tecnologia não basta para o sucesso na era da informação. São Paulo: Futura, 2001. 316p.

MOREIRA DELGADO, M. de la C. La gestión por procesos emlãsinstituiciones de información. Acimed, Habana, v.14, n.5, sep./oct. 2006. Disponível em: . Acesso em: 8 abr. 2011

GOMES, L. F. A. M.; GOMES, C. F. S.; ALMEIDA, A. T. Tomada de decisão gerencial: enfoque multicritério. 3.ed. São Paulo: Atlas, 2010. 324p.

HIBBERD, B. J.; EVATT, A. Mapping information flows: a practical guide. The Information Management Journal, p.58-64, Jan./Feb. 2004.

KAHANER, L. Competitive intelligence:howtogather, analyze, and use information to move your business to the top. New York: Touchstone, 1997. 300p.

LOUSADA, M.; VALENTIM, M. L. P. Modelos de tomada de decisão e sua relação com a informação orgânica. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.16, n.1, p.147-164, jan./mar. 2011. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2012.

NONAKA, I.; TAKEUCHI, H. Criação de conhecimento na empresa. Rio de Janeiro: Campus, 1997. 376p

SILVA, F. A. C.; ESPÍNOLA, M. J. C.; VILAR, R. M. Gestão do conhecimento e inteligência competitiva: desafios para as organizações produtivas. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.16, n.1, p.91-100, jan./jun. 2006. Disponível em: . Acesso em: 8 jan. 2013.

SCOSS, F. Z. Processo decisório para executivos. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1974. 91p.

TARAPANOFF, K. Informação, conhecimento e inteligência em corporações: relações e complementaridade. In: TARAPANOFF, K. (Org.). Inteligência, informação e conhecimento. Brasília: IBICT, UNESCO, 2006. p.19-35

TARAPANOFF, K. Inteligência organizacional e competitiva. Brasília: Editora UnB, 2001. 343p.

TZU, S. A arte da guerra. Campinas: Átomo, 1928.

VALENTIM, M. L. P. (Org.). Ambientes e fluxos de informação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. 282p.

VALENTIM, M. L. P. (Org.). Informação, conhecimento e inteligência organizacional. 2.ed. Marília: FUNDEPE Editora, 2007. 278p.

VALENTIM, M. L. P. et al. Gestão da informação utilizando o método infomapping. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.13, n.1, jan./abr. 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2012.

VALENTIM, M. L. P.; GELINSKI, J. V. V. Gestão do conhecimento como parte do processo de inteligência competitiva organizacional. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.15, n.2, p.41-59, jul./dez. 2005. Disponível em: . Acesso em: 10 mar. 2012.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2013v18n38p87



Direitos autorais 2013 Marta Lígia Pomim Valentim, Juliete Susann Ferreira de Souza

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)