Extração e disponibilização on line de indicadores de desempenho e prospecção dos resultados das pesquisas em dengue com a utilização da ferramenta computacional Scriptlattes

Autores

  • Renato Ribeiro Nogueira Ferraz Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde (PMPA-GSS)
  • Luc Quoniam Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA) - Universidade Nove de Julho (UNINOVE)
  • Denise Nacif Pimenta Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente (LAESA) - Centro de Pesquisas René Rachou – Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) – MG.
  • Jesús Pascual Mena-Chalco Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação – Universidade Federal do ABC (UFABC) – SP
  • Carolina Alencar Nigro Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde (PMPA-GSS)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n43p93

Palavras-chave:

Dengue, Doenças Negligenciadas, Gestão em Saúde, Saúde Coletiva, Scriptlattes, Plataforma Lattes

Resumo

Introdução: O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) criou a Plataforma Lattes com o intuito de unificar o cadastro nacional de pesquisadores. O Scriptlattes é uma ferramenta computacional que baixa currículos cadastrados no CNPq, extrai informações acadêmicas e profissionais, cria relatórios de produção, gráficos de colaboração e internacionalização da pesquisa, além de mapas geográficos de investigação. Objetivo: Utilizar o Scriptlattes para disponibilizar a produção científica brasileira relacionada à dengue, uma doença negligenciada (DN) brasileira. Método: Após a criação de listas contendo os ID Lattes dos pesquisadores em dengue no país, que são um registro de 16 algarismos que dão acesso direto ao currículo do pesquisador, assim como as listas dos ID dos grupos de pesquisa em dengue cadastrados no CNPq, alimentou-se a ferramenta Scriptlattes e solicitou-se a criação dos referidos relatórios. Resultados: A ferramenta compilou indicadores de desempenho dos pesquisadores e grupos de pesquisa sobre dengue, analisando o andamento de suas produções e contribuindo para a prospecção dos resultados de pesquisas futuras, disponibilizando-os em páginas na web. Conclusão: A apresentação de dados proposta permite uma análise apurada, no âmbito da saúde coletiva, do andamento das pesquisas em dengue no país, possibilitando a criação ou reformulação de estratégias voltadas ao planejamento de pesquisas relacionadas ao diagnóstico, tratamento e prevenção de importantes condições clínicas como as DN.

Biografia do Autor

Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde (PMPA-GSS)

Biólogo. Doutor em Ciências pela UNIFESP.

Luc Quoniam, Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA) - Universidade Nove de Julho (UNINOVE)

Livre Docente em Ciências da Informação e da Comunicação na Université Aix Marseille III (1996). Doutorado em Ciências da Informação e da Comunicação - Université Aix Marseille III (1988). Mestrado em Oceanologia - Université Aix Marseille II (1985). Graduação em Océanologie - Université Aix Marseille III (1984). Graduação em Química Analítica e Proteção do Meio Ambiente - Université Aix Marseille III (1981). Professor Visitante da Universidade Nove de Julho (UNINOVE) no Programa de Pós-Graduação em Administração - PPGA. Membro do Núcleo de Estudos Avançados em Informática e Gestão do Conhecimento da Uninove (NEAIGC). Pesquisador da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade - PPGCTS. Líder do Grupo de Pesquisa Lab4u pela UFSCAR. Pesquisador do laboratório IRSIC (EA4262) - Aix Marseille Université. Professeur des Universités - Université du Sud Toulon-Var. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Ciência da Informação e Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: inteligência competitiva, bibliometria, intelligence compétitive, Propriedade Intelectual, Patentes, Cientometria, Infometria, web 2.0, Prospecção Tecnológica.

Denise Nacif Pimenta, Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente (LAESA) - Centro de Pesquisas René Rachou – Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) – MG.

Graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Minas Gerais (2002), mestrado em Tecnologia Educacional nas Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) e doutorado em Ciências da Saúde pelo Centro de Pesquisas René Rachou - Fundação Oswaldo Cruz (2008). É pesquisadora do Laboratório de Educação em Saúde e Ambiente (LAESA) no Centro de Pesquisas René Rachou/ Fiocruz Minas. Fez Pós-doutorado no Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS/ Fiocruz) e Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz) desenvolvendo o projeto intitulado: Difusão de Informação em Saúde sobre Doenças Negligenciadas (2009-2012). Realizou estágio no TDR Career Development Fellowship in Interactive Learning financiado pelo Special Programme for Research and Training in Tropical Diseases (TDR) e The Wellcome Trust, entre 2003-2004. Foi uma dos vencedores do concurso Young Voices in Research for Health do Global Forum for Health Research em 2007. Entre 2013 e 2014 foi pesquisadora do Laboratório de Informação Científica e Tecnológica em Saúde (LICTS) do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz). Tem experiência e atua nas seguintes áreas: Saúde Coletiva, Educação em Saúde, Antropologia da saúde, Tecnologias de Informação e Comunicação, Informação em Saúde, Antropologia Visual, Ergodesign Usabilidade e Doenças Negligenciadas.

Jesús Pascual Mena-Chalco, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação – Universidade Federal do ABC (UFABC) – SP

Professor Doutor na UFABC desde 04/2012 e Docente no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação e do Bacharelado em C&T da UFABC. Atua nas áreas de Ciência da Computação e Ciência da Informação, com ênfase nos seguintes temas: Reconhecimento de Padrões, Prospecção de dados acadêmicos, Bibliometria e Cientometria. Seus projetos de pesquisa atuais estão relacionados à descoberta de conhecimento sobre grandes volumes de dados acadêmicos, principalmente da Plataforma Lattes (scriptLattes), do Banco de teses e dissertações da CAPES e dos registros históricos de genealogia de acadêmicos/cientistas.<br> Possui graduação em Engenharia de Sistemas pela Universidade Nacional de San Agustín (2000), mestrado (2005), doutorado (2010) e pós-doutorado (2011) em Ciência da Computação pela Universidade de São Paulo. Seu trabalho de mestrado ganhou o Primeiro lugar no XIII Concurso Latino-americado de Tesis de Maestria do CLEI/UNESCO-2006. Seu trabalho de doutorado foi selecionado entre as 10 melhores da área de Computação Gráfica e Processamento de Imagens no SIBGRAPI-2011.<br> Atualmente é Professor Adjunto II e membro dos seguintes grupos de pesquisa: (i) Grupo de Análise de Redes Sociais e Cientometria da EACH-USP; (ii) Núcleo Estratégico NUVEM (Universos Virtuais, Entretenimento e Mobilidade) da UFABC; e (iii) Lab4u da UFSCAR.

Carolina Alencar Nigro, Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde (PMPA-GSS)

Aluna do Programa de Mestrado Profissional em Administração - Gestão em Sistemas de Saúde (PMPA-GSS) - Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Nove de Julho (2013) e formação complementar em Auditoria Ambiental. Experiência na área de Auditoria interna ISO 14.000, ISO 22.000, ISO 9.001, Auditoria em Sistema Hospitalar e Laboratórios, Gestão em Saúde. Conhecimento de Sistemas, Convênios e Projetos em Saúde. Projeto de estudo longitudinal da saúde do adulto (doenças cardiovasculares e diabetes) na USP. Implantação de Gestão e Educação Ambiental em grandes organizações. Vivência na área de Biotecnologia com empresas de controle de pragas, utilizando hormônios como princípio ativo.

Referências

ALVES, A. D.; YANASSE, H. H.; SOMA, N. Y. LattesMiner: uma linguagem de domínio específico para extração automática de informações da Plataforma Lattes. In: XII WORKSHOP DE COMPUTAÇÃO APLICADA. São José dos Campos: 6 nov. 2012Disponível em: <http://mtc-m18.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/mtc-m18/2013/01.15.16.10/doc/worcap2012_submission_61%20-%20Alexandre%20D.%20Alves.pdf>. Acesso em: 5 nov. 2013

BALANCIERI, R. et al. A análise de redes de colaboração científica sob as novas tecnologias de informação e comunicação: um estudo na Plataforma Lattes. Ciência da Informação, v. 34, n. 1, p. 64–77, 2005.

BOTOMÉ, S. P.; KUBO, O. M. Responsabilidade social dos programas de pós-graduação e formação de novos cientistas e professores de nível superior. Interação em Psicologia, v. 6, n. 1, p. 81–110, 2002.

BRASIL. Doenças negligenciadas: estratégias do Ministério da Saúde. Ministério da Saúde. Departamento de Ciência e Tecnologia, Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Rev. Saúde Pública, v. 44, n. 1, p. 200–2, 2010.

BRASSOLATTI, R. C.; ANDRADE, C. F. S. Avaliação de uma intervenção educativa na prevenção da dengue. Ciência & Saúde Coletiva, v. 7, n. 2, p. 243–251, 2002.

CONTEH, L.; ENGELS, T.; MOLYNEUX, D. H. Socioeconomic aspects of neglected tropical diseases. The Lancet, v. 375, n. 9710, p. 239–247, 2010.

DA SILVA GASTAUD, A. L. G.; HONER, M. R.; DA CUNHA, R. V. Mortalidade infantil e evitabilidade em Mato Grosso do Sul, Brasil, 2000 a 2002 Infant mortality and its preventability in Mato Grosso do Sul State, Brazil, 2000-2002. Cad. Saúde Pública, v. 24, n. 7, p. 1631–1640, 2008.

DE AZEVEDO BARROS, M. B. et al. Desigualdades sociais na prevalência de doenças crônicas no Brasil, PNAD-2003. Ciência & Saúde Coletiva, n. 4, p. 911–926, 2006.

DIGIAMPIETRI, L. A. et al. Minerando e caracterizando dados de currículos lattes. Proceedings of BraSNAM, 2012.

FERRAZ, R. R. N. et al. Extração e Disponibilização on line de Indicadores de Desempenho e Prospecção dos Resultados das Pesquisas em Dengue realizadas pela Comunidade Científica Brasileira por meio da Utilização da Ferramenta Computacional Scriptlattes. In: XXXVIII ENANPAD - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO. Rio de Janeiro: a 17 de setembro de 2014

FERRAZ, R. R. N.; QUONIAM, L. A utilização da ferramenta computacional Scriptlattes para avaliação das competências em pesquisa no Brasil. Revista PRISMA. COM, n. 21, 2014.

FERRAZ, R. R. N.; QUONIAM, L. Acompanhamento da produção acadêmica, avaliação das redes de colaboração e gerenciamento de desempenho de um programa de Pós-Graduação stricto sensu em Direito. Revista PRISMA. COM, n. 25, 2015.

FERRAZ, R. R. N.; QUONIAM, L.; ALVARES, L. M. A. DE R. Avaliação de redes multidisciplinares com a ferramenta scriptlattes: os casos da nanotecnologia, da dengue e de um programa de pós-graduação Stricto Sensu em Administração. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 19, n. 40, p. 67–98, 2 ago. 2014.

FERREIRA, B. J. et al. Evolução histórica dos programas de prevenção e controle da dengue no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 14, n. 3, p. 961–72, 2009a.

FERREIRA, H. et al. Estudo epidemiológico localizado da frequência e fatores de risco para enteroparasitoses e sua correlação com o estado nutricional de crianças em idade pré-escolar. Publicatio UEPG: Ciências Biológicas e da Saúde, v. 12, n. 4, 2009b.

Forecasting. , 11 dez. 2014. (Nota técnica).

GUBLER, D. J. The Economic Burden of Dengue. The American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 86, n. 5, p. 743–744, 1 maio 2012.

GUIMARÃES, J. J. DE L.; FISCHMANN, A. Desigualdades na mortalidade infantil entre favelados e não favelados no município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 1980. Bol. Oficina Sanit. Panam, v. 101, n. 1, p. 19–38, 1986.

HALSTEAD, S. B. Dengue Vírus–Mosquito Interactions. Annual Review of Entomology, v. 53, n. 1, p. 273–291, 2008.

HINO, P. et al. Evolução temporal da dengue no município de Ribeirão Preto, São Paulo, 1994 a 2003. Ciência & Saúde Coletiva, v. 15, n. 1, p. 233–8, 2010.

HOTEZ, P. A new voice for the poor. PLoS neglected tropical diseases, v. 1, n. 1, p. e77, 2007.

LEITE, P.; MUGNAINI, R.; LETA, J. A new indicator for international visibility: exploring Brazilian scientific community. Scientometrics, v. 88, n. 1, p. 311–319, 2011.

MACIEL-DE-FREITAS R, MARQUES WA, PERES RC, CUNHA SP, LOURENC¸O-DE-OLIVEIRA R. Variation in Aedes aegypti (Diptera: Culicidae) container productivity in a slum and a suburban district in Rio de Janeiro during dry and wet seasons. Mem Inst Oswaldo Cruz, v. 102, p. 489–496, 2007.

MENA-CHALCO, J. P.; JUNIOR, C.; MARCONDES, R. ScriptLattes: an open-source knowledge extraction system from the Lattes platform. Journal of the Brazilian Computer Society, v. 15, n. 4, p. 31–39, 2009.

MOON, S.; BERMUDEZ, J.; ’T HOEN, E. Innovation and Access to Medicines for Neglected Populations: Could a Treaty Address a Broken Pharmaceutical R&D System? PLoS Med, v. 9, n. 5, p. e1001218, Maio 2012.

MUGNAINI, R.; LEITE, P.; LETA, J. Fontes de informação para análise de internacionalização da produção científica brasileira. Ponto de Acesso, v. 5, n. 3, p. 87–102, 2012.

RASQUINHA, E. F. Mas o que é responsabilidade social?. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/acaosocial/articleaeba.html?id_article=632>. Acesso em: 27 nov. 2014.

ROCHA, A. D. J. O impacto social das doenças negligenciadas no Brasil e no mundo. Trabalho de Conclusão de Curso (Medicina)—Salvador: Universidade Federal da Bahia, 2012.

R. SANTAMARIAA,⁎, et al. Comparison and critical appraisal of dengue clinical guidelines and their use in Asia and Latin America. Int. Health, v. 1, n. 2, p. 133–140, 2009.

SALES, F. DE S.; CAPRARA, A. Ações de educação em saúde para prevenção e controle da dengue: um estudo em Icaraí, Caucaia-CE. Silva MGC, Jorge MSB, organizadores. Saúde pública e seus saberes e práticas: recortes de dissertações. Fortaleza: EdUECE, 2006.

WERNECK, G. L.; HASSELMANN, M. H.; GOUVÊA, T. G. Panorama dos estudos sobre nutrição e doenças negligenciadas no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, p. 39–62, 2011.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Dengue haemorrhagic fever: diagnosis, treatment, prevention and control. 2nd edition. Geneva : World Health Organization. Disponível em: <http://www.who.int/csr/resources/publications/dengue/Denguepublication/en/>. Acesso em: 3 set. 2013.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Sustaining the drive to overcome the global impact of neglected tropical diseases. Disponível em: <http://www.who.int/neglected_diseases/9789241564540/en/>. Acesso em: 24 set. 2013.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. The 17 neglected tropical diseases. Disponível em: <http://www.who.int/neglected_diseases/diseases/en/>. Acesso em: 13 out. 2014.

YAMEY, G. The world’s most neglected diseases: Ignored by the pharmaceutical industry and by public-private partnerships. BMJ: British Medical Journal, v. 325, n. 7357, p. 176, 2002.

Downloads

Publicado

2015-08-09

Edição

Seção

Artigo