Editorial

Autores

  • Adilson Luiz Pinto Professor Adjunto IV do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (Graduação em Biblioteconomia e arquivologia e Mestrado/Doutorado em Ciência da Informação), Orientador de Mestrado e Doutorado; Graduado em Biblioteconomia pela PUC-Campinas (2000), Mestre em Ciência da Informação pela PUC-Campinas (2004) e em Documentação Audivisual pela Universidad Carlos III de Madrid (2006); Doutor em Documentação pela Universidad Carlos III de Madrid (2007); É Membro do Grupo de Pesquisa Inteligência, Tecnologia e Informação - Research Group (ITI-RG) e do Grupo de Pesquisa de Informação Científica (InfoCient); Editor geral da revista Encontros Bibli.
  • Rafaela Paula Schmitz Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina
  • Enrique Muriel-Torrado Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n48p1

Palavras-chave:

Editorial

Resumo

Prezados leitores.

Com muita satisfação publicamos o primeiro número de 2017 (v. 22, n. 48) da Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação.

Para esta edição trazemos na portada uma fotografia dos pilares de sustentação do Viaduto do Museu no Parque Güell, concebido por Antoni Gaudí, representando aqui a estrutura moderna na Ciência da Informação, com o patrimônio, o desenvolvimento de coleções, a gestão informacional e do conhecimento, a organização e representação do conhecimento, os estudos métricos da informação e a web semântica, temáticas reportadas nesta edição.

Nestas temáticas temos sete artigos científicos:

- Biblioteca Rio-Grandense: um estudo de caso sob o viés da educação patrimonial (Marcia Carvalho Rodrigues e Pamela da Conceição Santos);

- Desafios para a biblioteca pública no processo de planejamento da formação e desenvolvimento do acervo (Ana Cláudia Carvalho de Miranda, Mônica Marques Carvalho Gallotti e Adriano Cecatto);

- Tipos e usos de ferramentas de apoio a gestão do conhecimento em empresa de tecnologia da informação (Fabio Correa, Fabricio Ziviani e Flávia Braga Chinelato);

- Protocolo verbal em grupo na pesquisa brasileira em organização e representação do conhecimento (Roberta Cristina Dal'Evedove Tartarotti, Paula Regina Dal'Evedove e Mariângela Spotti Lopes Fujita);

- Um processo para caracterização e análise de redes de colaboração científica institucional (Thiago Magela Rodrigues Dias, Roberth Santos Gomes, Jhonatan Fernando Oliveira e Gray Farias Moita);

- Expressão científica de Mato Grosso na pesquisa brasileira sobre indicadores socioambientais no agronegócio na base de dados Cab Abstracts (Maykon Jesse Barbieri de Camargo);

- Europeana no Linked Open Data: conceitos de web semântica na dimensão aplicada das humanidades digitais (Caio Saraiva Coneglian e José Eduardo Santarem Segundo).

 

Também contamos com a presença de uma resenha, A Biblioteconomia de David Lankes (Jorge Moisés Kroll do Prado) referente a obra The New Librarianship field guide, publicado pela MIT Press em 2016.

 

 

Boa leitura.

Biografia do Autor

Adilson Luiz Pinto, Professor Adjunto IV do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (Graduação em Biblioteconomia e arquivologia e Mestrado/Doutorado em Ciência da Informação), Orientador de Mestrado e Doutorado; Graduado em Biblioteconomia pela PUC-Campinas (2000), Mestre em Ciência da Informação pela PUC-Campinas (2004) e em Documentação Audivisual pela Universidad Carlos III de Madrid (2006); Doutor em Documentação pela Universidad Carlos III de Madrid (2007); É Membro do Grupo de Pesquisa Inteligência, Tecnologia e Informação - Research Group (ITI-RG) e do Grupo de Pesquisa de Informação Científica (InfoCient); Editor geral da revista Encontros Bibli.

Universidade Federal de Santa Catarina

Rafaela Paula Schmitz, Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação. Universidade Federal de Santa Catarina

Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestranda do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina.

Enrique Muriel-Torrado, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Diplomatura en Biblioteconomía y Documentación pela Universidade de Extremadura (2005), graduação em Licenciatura en Documentación pela Universidade de Extremadura (2007), mestrado em Máster en Información Científica - Universidad de Granada (2008), mestrado em Máster en Documentación Digital - Universitat Pompeu Fabra (2008) e doutorado em Doctorado en Documentación - Universidad de Granada (2012). Tem experiência na área de Vigilância Tecnológica, com ênfase em Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: copyleft, copyright, direitos autorais, competência informacional e ensino. Está vinculado ao grupo de pesquisa ITI-RG (Inteligência, Tecnologia e Informação - Research Group).

Downloads

Publicado

2017-01-01