Indícios da inteligência coletiva no regime de informação do Laboratório de Tecnologias Intelectuais - LTi

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n51p44

Palavras-chave:

Rede conceitual, Regime de informação, Inteligência coletiva, Método indiciário, Laboratório de Tecnologias Intelectuais ‒LTi

Resumo

Apresenta resultado de reflexão sobre as ações de informação em curso no regime de informação do Projeto Laboratório de Tecnologias Intelectuais ? LTi, considerando a possibilidade da emergência de uma inteligência coletiva na comunidade acadêmica. O padrão que une a trama do texto é a possibilidade de inclusão na sociedade em rede mediante ações de informação para apropriação, produção e compartilhamento cooperativo de tecnologias intelectuais de informação e comunicação. Discorre sobre os domínios, estratos e modalidades das ações de informação no regime de informação, analisando suas características e cotejando com as ações de informação em desenvolvimento no Projeto LTi. Finaliza identificando indícios de que os fios reunidos na rede conceitual do Projeto LTi, destacando-se os construtos responsabilidade social, regime de informação e inteligência coletiva, se entrelaçam no tear interdisciplinar da Ciência da Informação e nas ações de informação em curso no regime de informação do Projeto LTi.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isa Maria Freire, Universidade Federal da Paraíba, Departamento de Ciência da Informação.

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil. Docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil. Líder do Grupo de Pesquisa CNPq Informção e Inclusão Social, Brasil.

Referências

DELAIA, C.R. Subsídios para uma política de gestão da informação na EMBRAPA Solos. 2008. Dissertação (Mest. Ci. da Inf.). Niterói: IBICT – UFF, 2008.

FREIRE, I.M. Indícios da inteligência coletiva no regime de informação do Laboratório de Tecnologias Intelectuais - LTi. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, 2016, Salvador, BA. XVII ENANCIB. Anais. Salvador: UFBA, 2016. v.1. p.1-20.

FREIRE, I.M. Breve reflexão sobre as ações de informação no Laboratório de Tecnologias Intelectuais - LTi. Revista do Mestrado Profissional Gestão em Organizações Aprendentes, v. 4, n.1, p. 45-58, 2015.

FREIRE, I.M. Tecendo uma rede conceitual na Ciência da Informação: tecnologias intelectuais para competências em informação. Informação &Tecnologia, v.1, n.1, 2014.

FREIRE, I.M. Sobre o regime de informação no Laboratório de Tecnologias Intelectuais – LTi. InCID: Revista de Ciência da Informação e Documentação, v.4, n.1, p. 70-86, jan./jun. 2013.

FREIRE, I.M. Categorização das ações de informação no Laboratório de Tecnologias Intelectuais – LTi. Tendências da Pesq. Brasil. em Ciência da Informação, v.5, n.1, [s.p.], 2012.

FREIRE, I.M. A rede de projetos do núcleo temático da seca da UFRN como possibilidade de socialização da informação. Informação & Sociedade: Estudos, v.14, n.2, p. 201-216, 2004.

FREIRE, I.M. A responsabilidade social da ciência da informação e/ou O olhar da consciência possível sobre o campo científico. 2001. Tese (Dout. Ciência da Informação). Rio de Janeiro: IBICT – UFRJ, 2001.

FREIRE, I.M.; FREIRE, G.H. de A. Ações para produção e compartilhamento de informação no Laboratório de Tecnologias Intelectuais – LTi. In: GARCIA, J.C.R.; TARGIBO, M. das G. Desvendando facetas da gestão e políticas de informação. João Pessoa: Editora UFPB, 2015.

FROHMANN, Bernd. Taking information policy beyond information science: applying actor network theory. In: ANNUAL CONFERENCE OF THE CANADIAN ASSOCIATION FOR INFORMATION SCIENCE, 23., 1995. Edmonton. Electronic proceddings… 14p. Disponível em: http://www.cais-acsi.ca/1995proceedings.htm. Acesso em: 10/5/2005.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M.N. As relações entre ciência, Estado e sociedade: um domínio de visibilidade para as questões da informação. Ciência da Informação, v.32, n. 1, p. 60-76, 2003b.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M.N. Escopo e abrangência da Ciência da Informação e a Pós-Graduação na área: anotações para uma reflexão. Transinformação, v.15, n.1, p.31-43, 2003a.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M.N. Novos cenários políticos para a informação. Ciência da Informação, v.31, n. 1, p. 27-40, 2002.

GONZÁLEZ DE GÓMEZ, M.N. Da política de informação ao papel da informação na política contemporânea. Revista Internacional de Estudos Políticos, v.1, n.1, p.57-93, 1999.

LÉVY, P. Filosofia world: O Mercado; O Ciberespaço: A Consciência. Lisboa: Inst. Piaget, 2001.

LÉVY, P. A inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. SP: Loyola, 2000.

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

UNGER, R.J.G.; FREIRE, I.M. Regimes de informação na sociedade da informação: uma contribuição para a gestão da informação. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, n.2. 2008.

WERSIG, G. Information science: the study of postmodern knowledge usage. Information Processing & Management, v.29, n.2, 1993.

Publicado

2018-01-01

Como Citar

FREIRE, Isa Maria. Indícios da inteligência coletiva no regime de informação do Laboratório de Tecnologias Intelectuais - LTi. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 23, n. 51, p. 44–58, 2018. DOI: 10.5007/1518-2924.2018v23n51p44. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2018v23n51p44. Acesso em: 20 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

<< < 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.