Técnicas de análise de dados empregadas no Programa de Pós-graduação de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina

Autores

  • Rosemari Pereira dos Santos Alves Universidade Estadual de Londrina
  • Sueli Bortolin Universidade Estadual de Londrina
  • Adriana Rosecler Alcará Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n51p59

Resumo

A metodologia da pesquisa constitui um dos elementos que confere aos estudos investigativos rigorosidade e reconhecimento perante a ciência. Diante disso, o objetivo deste artigo foi investigar quais os procedimentos de análise de dados usados nas dissertações do Programa de Pós-Graduação de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina e aferir, nestas, a frequência do emprego da análise de conteúdo. Para tanto, foi realizada uma pesquisa documental indireta, de cunho bibliográfico, recuperando 28 dissertações, defendidas nos anos de 2014 e 2015, e sintetizando o conteúdo daquelas que utilizaram a análise de conteúdo. Entre os resultados verificou-se que a análise de conteúdo foi uma das técnicas mais empregadas nas pesquisas deste Programa.

Biografia do Autor

Rosemari Pereira dos Santos Alves, Universidade Estadual de Londrina

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Sueli Bortolin, Universidade Estadual de Londrina

Professora do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Adriana Rosecler Alcará, Universidade Estadual de Londrina

Professora do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 20-29, maio/jun. 1995.

LASSWELL, H.D. Propaganda Technique In World War I. 2010. Disponível em: https://mitpress.mit.edu/books/propaganda-technique-world-war-i. Acesso em: 20 fev. 2017.

LIMA, J. L. O.; MANINI, M. P. Metodologia para análise de conteúdo qualitativa integrada à técnica de mapas mentais com o uso dos softwares NVIVO e FREEMIND. Inf.& Inf., Londrina, v. 21, n. 3, p. 63-100, set./dez. 2016. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/23879. Acesso em: 30 abr. 2017.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Técnicas de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

POPPER, K. Lógica da pesquisa científica. 9. ed. São Paulo: Cultrix, 1993.

SOUZA, R. F.; STUMPF, I. R. C. Ciência da Informação como área do conhecimento: abordagem no contexto da pesquisa e da pós-graduação no Brasil. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v.14, número especial, p. 41-58, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pci/v14nspe/a04v14nspe.pdf. Acesso em: 03 mar. 2017.

WHITE M. D.; MARSH E. E. Content analysis: a flexible methodology. 2006. Disponível em: https://www.ideals.illinois.edu/bitstream/handle/2142/3670/ResearchProcess.pdf?sequence=2. Acesso em: 28 abr. 2017.

WOIDA, L. M. Análise de conteúdo aplicada a uma pesquisa de cultura informacional. In: VALENTIM, M. L. P. (Org.). Ambientes e fluxos de informação. 17.ed. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

Downloads

Publicado

2018-01-01

Como Citar

ALVES, . P. dos S.; BORTOLIN, .; ALCARÁ, . R. Técnicas de análise de dados empregadas no Programa de Pós-graduação de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 23, n. 51, p. 59–73, 2018. DOI: 10.5007/1518-2924.2018v23n51p59. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2018v23n51p59. Acesso em: 8 dez. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)