A consistência na indexação automática por atribuição de artigos científicos na área de Ciência da Informação

Márcio Aércio Silva Bandim, Renato Fernandes Corrêa

Resumo


Avalia a qualidade da indexação automática por atribuição de artigos científicos brasileiros na área de Ciência da Informação via índice de consistência. Trata-se de uma pesquisa exploratória e experimental. O experimento computacional constitui da indexação automática por atribuição do corpus de 60 artigos científicos selecionados por Souza (2005), aplicando o Sistema de Indización Semi-Automático (SISA) com os descritores do Tesauro Brasileiro de Ciência da Informação (TBCI). Os termos atribuídos pelo SISA foram comparados com as palavras-chave dos autores, adotando-se o critério de consistência relaxada. Foi obtido um índice de consistência médio de 14% com a atribuição de termos gerais habilitada na configuração do SISA, e 19% sem habilitar a atribuição de termos gerais. Conclui-se que, a indexação automática por atribuição de artigos do corpus gera uma qualidade satisfatória em termos de índice de consistência quando não são incluídos os termos gerais. Também foi constatado que a atribuição de palavras-chave pelos autores precisa de uma melhor qualidade e quantidade para representar o conteúdo informacional dos artigos.


Palavras-chave


Indexação automática por atribuição; Palavras-chave; Tesauro Brasileiro de Ciência da Informação; Consistência na indexação; Artigos de periódico científico

Texto completo:

PDF/A

Referências


CORRÊA, R. F.; LAPA, R. C. Panorama de Estudos sobre indexação automática no âmbito da Ciência da Informação no Brasil (1973-2012). Ciência da Informação. Brasília, DF, v. 42, n. 2, p. 255-273, 2013.

FUJITA, M. S. L. A representação documentária de artigos científicos em educação especial: orientação aos autores para determinação de palavras chaves. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 10, n. 3, p.257-272, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1996. 159 p.

GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às Ciências e técnicas da informação e documentação. 2. ed. corr. aum. Brasília: IBICT, 1994.

KOBASHI, N. Y. A elaboração de informações documentárias: em busca de uma metodologia.1994. 195 f. Tese - Doutorado em Ciências da Comunicação, Escola de Comunicação e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo.

LAPA, R.; CORRÊA, R. F. Indexação Automática no Âmbito da Ciência da Informação no Brasil. Informação & Tecnologia (ITEC). Marília/João Pessoa, v. 2, n. 1, p.1-18, 2014.

LANCASTER, F. W. Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. ver. atual. Brasília: Briquet de. Lemos, 2004.

LEIVA, I. G. La automatización de la indización de documentos. Gijón: Trea, 1999.

LEIVA, I. G., Consistencia en la asignación de materias en bibliotecas públicas del Estado. Boletín de la Asociación Andaluza de Bibliotecarios, n. 63, p. 69-96, 2001.

LEIVA, I. G., Manual de Indizacíon: Teoría y Prática. Gijón: Trea, 2008. 429p.

LIMA, V. N. M. A.; BOCCATO, V. R. C. O desempenho terminológico dos descritores em ciência da informação do vocabulário controlado do SIBi/usp nos processos de indexação manual, automática e semi-automática. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 14, n. 1, p. 131-151, 2009.

MIGUÉIS, A. et al. A importância das palavras-chave dos artigos científicos da área das Ciências Farmacêuticas, depositados no Estudo Geral: estudo comparativo com os termos atribuídos na MEDLINE. InCID: Revista de Ciência, Informação e Documentação, v. 4, n. 2, p.112-125, 2013.

NARUKAWA, C. M.; LEIVA, I. G.; FUJITA, M. S. L., Indexação automatizada de artigos de periódicos científicos: análise da aplicação do software SISA com uso da terminologia DeCS na área de Odontologia. Informação & Sociedade: Estudos, v. 19, n. 2, 2009.

NARUKAWA, C. M. Estudo de Vocabulário Controlado na Indexação Automática: Aplicação no Processo de Indexação do Sistema de Indización Semiautomatica (SISA). 2011. 222 f. Dissertação – Mestrado em Ciência da Informação, Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2011.

ROBREDO, J. Documentação de hoje e de amanhã: uma abordagem revisitada e contemporânea da Ciência da Informação e de suas aplicações biblioteconômicas, documentárias, arquivísticas e museológicas. 4. ed. rev. e ampl. Brasília DF: Edição de autor, 2005. 410 p.

SOUZA, R. R. Uma proposta de metodologia para escolha automática de descritores utilizando sintagmas nominais. 2005. 215 f. Tese – Doutorado em Ciência da Informação, Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2005.

SOUZA, R. R. Uma proposta de metodologia para indexação automática utilizando sintagmas nominais. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Florianópolis, v. 11, n. esp., p. 42-59, 2006.

SOUZA, R. R.; RAGHAVAN, K. S. A methodology for noun phrase-based automatic indexing. Knowledge Organization, v. 33, n. 1, p. 45-56, 2006.

SOUZA, R. R.; RAGHAVAN, K. S. Extraction of keywords from texts: an exploratory study using Noun Phrases. Informação & Tecnologia (ITEC). Marília/ João Pessoa. v. 1, n. 1. p. 5-16, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5007/1518-2924.2018v23n53p64



Direitos autorais 2018 Márcio Aércio Silva Bandim, Renato Fernandes Corrêa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)