Escolarização, Capital Cultural e Competência em Informação: reflexões acerca do envolvimento da tríade no desenvolvimento social dos sujeitos

Autores

  • Vânia Lúcia Coelho UFSCar - Universidade Federal de São Carlos
  • Marcia Regina da Silva Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2019v24n54p14

Palavras-chave:

Capital Cultural, Competência em Informação, Escolarização, Desenvolvimento Social

Resumo

É por meio da capacidade de aprender a aprender, do conjunto de habilidades que constituem o processo de competência em informação que se pode aproveitar o potencial de circulação de informações dentro e fora da web. Entretanto, um prévio acesso a recursos escolares, culturais e informacionais torna-se indispensável. De natureza bibliográfica e exploratória, este artigo aborda as relações entre o conjunto de capitais potencialmente acumulados pelos sujeitos ao longo de sua trajetória, seu processo de escolarização e a capacidade de se tornar “competente” no uso de informações e conhecimento. Para tanto, o referencial teórico fundamenta-se nos Estudos Sociais da Ciência e da Informação de forma analisar processos sociais e informacionais como os de “Capital Cultural” e “Competência em Informação”, que estariam intrinsecamente envolvidos no acesso competente à informação. A conclusão é a de que estes processos, adquiridos e desenvolvidos pelos sujeitos, são determinantes no uso efetivo de fontes confiáveis de informação, promovendo autonomia na aquisição de conhecimentos e contribuindo para o desenvolvimento social dos cidadãos.

Biografia do Autor

Vânia Lúcia Coelho, UFSCar - Universidade Federal de São Carlos

Bacharel em Biblioteconomia e Ciências da Informação e da Documentação pela USP Ribeirão Preto; mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade pela UFSCar - Universidade Federal de São Carlos

Marcia Regina da Silva, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto - USP

Possui graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Universidade Federal de São Carlos (1999) e Doutorado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2008). Docente do Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo e credenciada no Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar (PPGCTS/UFSCar).

Referências

BOURDIEU, P. The formsof capital. In: RICHARDSON, J. (Comp.). Handbookoftheoryandresearch for thesociologyofeducation. New York :Greenwood, 1986. Disponível em < https://www.marxists.org/reference/subject/philosophy/works/fr/bourdieu-forms-capital.htm> Acesso em 12 abr. 2016

BOURDIEU, P; DARBEL, A. O amor pela arte – os museus de arte na europa e seu público. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2007; Porto Alegre: Zouk, 2007

____________. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo; Porto Alegre: EDUSP; Zouk, 2007a

____________. Escritos de educação. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2007b

____________. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007c

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Média e Tecnológica. Parâmetros curriculares nacionais: ensino médio. Brasília: MEC, 2000. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf> Acesso em 09 mar. 2016

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1997. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf> Acesso em 09 mar. 2016

CAMPELLO, B. O movimento da competência informacional: uma perspectiva para o letramento informacional. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 3, p. 28-37, 2003.

CARVALHO, A. A. Aprender e Ensinar na Era Digital: o Papel da Biblioteca Escolar. 2009.

DUDZIAK. E. A. Informationliteracy: princípios, filosofia e prática. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 1, p. 23-35, 2003. Disponível em <http://revista.ibict.br/ciinf/index.php/ciinf/article/view/123/104> Acesso em 26 fev. 2016

FIALHO, J. F; MOURA, M. A. A formação do pesquisador juvenil. Perspect. Ciênc. Inf., Belo Horizonte, v 10, n. 2, p. 194-207, 2005

GASQUE, K. C. G. D. Letramento informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem. Brasília: Universidade de Brasília, 2012.

GOMES, A. S. L. Letramento Científico: um indicador para o Brasil. São Paulo: Instituto Abramundo, 2015. Disponível em <http://institutoabramundo.org.br/wp-content/uploads/2015/09/ILC_Letramento%20cientifico_um%20indicador%20pra%20o%20Brasil.pdf> Acesso em 24 mai. 2016

GRUPO BANCO MUNDIAL. Relatório sobre o Desenvolvimento Mundial 2016: Dividendos Digitais. Washington DC, Grupo Banco Mundial, 2016. Disponível em <http://www-wds.worldbank.org/external/default/WDSContentServer/WDSP/IB/2016/01/13/090224b08405ea05/2_0/Rendered/PDF/World0developm0000digital0dividends.pdf> Acesso em 01 jun. 2016

LE COADIC, Y. F. A ciência da informação. Brasília, DF: Briquet de Lemos/Livros, 1996. Disponível em <http://www.restaurabr.org/siterestaurabr/CICRAD2011/M1%20Aulas/M1A3%20Aula/20619171-le-coadic-francois-a-ciencia-da-informacao.pdf> Acesso em 12 abr. 2016

NOGUEIRA, C. M. M; NOGUEIRA, M. A. A sociologia da educação de Pierre Bourdieu: limites e contribuições. Educação & Sociedade, n. 78, 2002.

PERRENOUD, P. Dez novas competências para ensinar: convite à viagem. Porto Alegre: Artmed, 2000. Disponível em <http://www.umcpos.com.br/centraldoaluno/arquivos/31_08_2013_246/47434267-philippe-perrenoud-10-novas-competencias-para-ensinar.pdf> Acesso em 12 abr. 2016

SERRANO, J, F, S; STRANG, B. L. S. O capital cultural de estudantes universitários determina sua competência informacional? R. Educação Online, n. 20, 2015, p. 146-171

SILVA et al. Inclusão digital e educação para a competência informacional: uma questão de ética e cidadania. Ci. Inf., Brasília, v. 34, n.1, p. 28-36, 2005

SIQUEIRA, I. C. P. Pressupostos para um programa nacional de competências informacionais. Ci. Inf., Brasília, v. 40, n. 3, p. 478-491, 2011

TARAPANOFF, K; SUAIDEN, E; OLIVEIRA; C. L. Funções sociais e oportunidades para profissionais da informação. DataGramaZero, v. 3, n. 5, 2002. Disponível em <http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/884/1/ARTIGO_FuncoesSociaisOportunidadesProfissionais.pdf> Acesso em 12 abr. 2016

Downloads

Publicado

2019-01-04