Biblioterapia: percepções dos discentes dos cursos de Biblioteconomia das universidades federal e estadual de Santa Catarina

Autores

  • Inez Helena Garcia Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Biblioterapia, Leitura, Formação acadêmica, Representação social, Campo de atuação do bibliotecário

Resumo

A biblioterapia vale-se da leitura, narração ou dramatização de histórias como possível instrumento de transformação social, pois intenta que o indivíduo atinja a catarse, desenvolva a imaginação e a reflexão, o que contribui para a convivência (consigo mesmo e com o outro) e também para minimizar os sentimentos de angústia, isolamento, fragilidade física e emocional decorrentes de problemáticas sociais enfrentadas pelo homem. Esta pesquisa tem como objetivo geral investigar quais são as percepções que os discentes dos cursos de Biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina têm da biblioterapia, e, como objetivos específicos, levantar suas opiniões sobre a biblioterapia como campo de atuação do bibliotecário; levantar suas opiniões a respeito da interação profissional do bibliotecário com outros profissionais nas práticas de biblioterapia. A metodologia utilizada foi a Análise do Discurso, que utiliza a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo cujo fundamento é a Teoria das Representações Sociais. É uma pesquisa exploratório-descritiva e de caráter qualitativo. Como instrumentos de pesquisa foram utilizados um questionário e um formulário de entrevista. Com esta pesquisa obteve-se análises comparativas dos discursos acerca da representatividade que a biblioterapia tem para os discentes de biblioteconomia das Universidades Federal e Estadual de Santa Catarina. Conclui-se que os discentes de Biblioteconomia reconhecem a importância da Biblioterapia para a sociedade, apesar de ser considerada uma área ainda incipiente. O estudo demonstra que, na opinião dos discentes, a biblioterapia é um campo fértil de atuação do bibliotecário e que é fundamental que ele interaja com outros profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Inez Helena Garcia, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui mestrado em Ciência da Informação - Linha de pesquisa Profissionais da Informação do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014), Especialização em Gestão estratégica do conhecimento pela PUCPR (2008) e graduação em Biblioteconomia pela UFSC (2004). Cursou Magistério na E.E.P.S.G de Juquitiba/SP (1993). Possui experiência em Biblioteca Universitária, Biblioteca Especializada e atuação na Educação Básica.

Downloads

Publicado

2015-08-06

Como Citar

GARCIA, Inez Helena. Biblioterapia: percepções dos discentes dos cursos de Biblioteconomia das universidades federal e estadual de Santa Catarina. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 20, n. 43, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/40072. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Resumos de teses e dissertações

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.